Africa Basquetebol

28 Fevereiro 2014

ANGOLA :1º de Agosto e Libolo decidem liderança




Militares e libolenses jogam logo à noite no Pavilhão Victorino Cunha
Fotografia: Jornal dos Desportos
As formações do 1º de Agosto e do Recreativo do Libolo, igualados a 31 pontos na tabela classificativa, batem-se esta noite, a partir das 18h00, no Pavilhão Victorino Cunha, pela liderança isolada do Campeonato Nacional de Basquetebol, em partida da última jornada da segunda volta da fase regular.

Os militares não devem contar com os préstimos de Hermenegildo Santos, base, campeão africano pela Selecção Nacional, e Edmir Lucas, extremo-base, devido a problemas físicos, mas vão seguramente aproveitar o factor casa para se desforrarem da derrota sofrida no primeiro turno da competição e assumirem, ainda que à condição, a liderança isolada do BAI Basket, já que o seu opositor se despede apenas amanhã da fase regular, quando defrontar o Clube Amigos de Viana.

Apesar de reconhecer o potencial do Recreativo do Libolo que leva 15 triunfos e apenas uma derrota, diante do Atlético Petróleos de Luanda, por 83-102, Paulo Macedo, técnico do 1º de Agosto, não esconde o desejo de vencer esta noite o seu opositor, que pode também estar desfalcado de uma das duas principais unidades, Carlos Morais (ver peça à parte), extremo-base, que foi considerado MVP (Jogador Mais Valioso) do último Campeonato Africano das Nações, na Costa do Marfim.

Com a provável ausência do base Hermenegildo Santos, as acções ofensivas da equipa rubra e negra são lideradas pelo experiente Armando Costa, tetracampeão africano, e o não menos experiente Adilson Basa, além do categorizado Carlos Almeida.
Joaquim Gomes Kikas, Reggie Moore, Felizardo Ambrósio, Edson Ndoniema e Mário Correia são as unidades que Paulo Macedo vai utilizar para neutralizar as acções do Recreativo do Libolo.
Digerido o desaire da ronda anterior, diante do Atlético Petróleos de Luanda, a formação do Recreativo do Libolo pretende regressar às vitórias, tal como disse o seu treinador, Norberto Alves. Apesar da provável ausência de Carlos Morais, Norberto Alves dispõe de outras peças fundamentais que podem colmatar a ausência do internacional angolano. 
Olímpio Cipriano e Luís Costa, também internacionais angolanos, têm estado muito bem no BAI Basket, pelo que o técnico libolense pode encontrar um substituto à altura para tentar bater o 1º de Agosto em  pleno Pavilhão Victorino Cunha.
Equiparados em valores individuais, militares e libolenses vão seguramente proporcionar esta noite um bom espectáculo de bola ao cesto.
Os amantes da modalidade vão acorrer em massa ao “Quartel-General” do Clube Central das Forças Armadas Angolanas.
Carlos Júlio, árbitro que foi escolhido pela FIBA-MUNDO para apitar a XVII edição da Taça do Mundo, este ano em Espanha, de 30 de Agosto a 14 de Setembro, chefia o trio de juízes composto ainda por David Manuel e Osvaldo Neto.
Libolo e 1º de Agosto partilham a liderança da prova, ambos com 31 pontos, contra 27 do Atlético Petróleos de Luanda, na terceira posição. Interclube e Lusíada estão nas posições imediatas, com 25 e 24 pontos.


EM BENGUELA

Petro procura cimentar terceiro lugar


Sem qualquer possibilidade de alcançar as duas primeiras posições do BAI Basket, o Atlético Petróleos de Luanda viaja esta manhã a Benguela para defrontar hoje e amanhã o Sporting, com o fim de arrecadar quatro pontos e cimentar o terceiro lugar da fase regular da prova.
A equipa do Eixo-viário ocupa nesta altura o terceiro posto, com 27 pontos, e em caso de vitória hoje e amanhã, frente ao Sporting de Benguela, os pupilos de Lazare Adingono podem perfazer 31 pontos ao fim da fase regular do campeonato.
Com um plantel mais recheado de valores individuais, a equipa petrolífera, com maior ou menor dificuldade, vai assegurar os quatro pontos em disputa.O extremo-base Roberto Fortes, a cumprir castigo federativo, e o poste Miguel Kiala, que foi submetido a uma intervenção cirúrgica num dos joelhos, são as duas baixas dos petrolíferos.
O Sporting de Benguela, recém promovido à primeira divisão e orientado tecnicamente pelo experiente Emanuel Trovoada, vai procurar dificultar ao máximo as pretensões do Atlético Petróleos de Luanda.
O ASA, que está arredado da luta pelo título nacional, em face do oitavo lugar que ocupa na tabela classificativa, com 20 pontos, recebe às 18h30 o Interclube, no Pavilhão Anexo número dois da Cidadela Desportiva.
A jornada nove fica completa apenas amanhã e fornece ainda os seguintes jogos: Vila Clotilde-Clube Amigos de Viana e Universidade Lusíada-Progresso do Sambizanga.
A fase regular termina amanhã com as partidas: Recreativo do Libolo-Clube Amigos de Viana e Sporting de Benguela-Atlético Petróleos de Luanda.    MC


CONTRARIEDADE

Carlos Morais  desfalca Libolo

A recuperar de uma lesão no ombro direito, o internacional Carlos Morais pode ser a grande baixa no conjunto do Recreativo do Libolo que procura esta noite           regressar às vitórias.
Com uma média de 25 pontos por jogo, o extremo-base que na presente época desportiva se transferiu para o representante de Calulo, depois de falhar a entrada na NBA, é quase uma ausência confirmada, segundo apurámos junto do departamento da equipa técnica do Libolo.
A equipa médica do Recreativo do Libolo quer recuperar totalmente o atleta a fim de aparecer em grande na segunda fase da competição, daí que a sua ausência no desafio de mais logo é quase uma certeza.Carlos Morais, a par de Eduardo Mingas, Olímpio Cipriano e do jovem Braúlio Morais, tem sido o principal responsável pela grande campanha que o Libolo efectua no nacional.

BILHETES A PREÇOS MÓDICOS 
A direção do 1º de Agosto decidiu baixar o preço dos bilhetes, ao contrário do que é habitual nos grandes jogos do BAI Basket, facto que vai contribuir para uma grande enchente do Pavilhão Victorino Cunha. Os bilhetes custam 500 kwanzas, contra os dois mil kwanzas que os clubes normalmente cobram nos desafios de grande cartaz.    MC

27 Fevereiro 2014

ANGOLA : 1º de Agosto e Libolo discutem liderança do Bai-Basket Luanda - Com 31 pontos cada, as equipas do 1º de Agosto e do Recreativo do Libolo defrontam-se sexta-feira no pavilhão do Rio Seco, na partida de maior cartaz da nona jornada (2ª volta) do Campeonato Nacional de Basquetebol (Bai-Basket).

Luanda - Com 31 pontos cada, as equipas do 1º de Agosto e do Recreativo do Libolo defrontam-se sexta-feira no pavilhão do Rio Seco, na partida de maior cartaz da nona jornada (2ª volta) do Campeonato Nacional de Basquetebol (Bai-Basket).


LIBOLO E O 1 DE AGOSTO DEFRONTAM-SE PARA BAI-BASKET
FOTO: ANTONIO ESCRIVAO

Em 16 jogos, a formação do Cuanza Sul apontou 1333 pontos e sofreu 978, ao passo que os “militares”, em igual número de encontros, marcaram 1358 contra 827.Na ronda anterior, o Libolo averbou uma “dura” derrota frente ao Petro de Luanda, adversário directo na luta pelo título, por 102-83, interrompendo um percurso de 15 vitórias consecutivas, enquanto o 1º de Agosto superou o ASA por 69-55.O resultado diante dos “petrolíferos” pode afectar o rendimento da equipa de forma negativa por um lado e positiva por outro, uma vez que os jogadores podem ressentir da derrota, depois do ciclo de 15 vitórias, ou motivarem-se com a necessidade de não perder duas vezes seguidas com candidatos ao troféu.
Em termos técnicos, os planteis equiparam-se, com ligeira vantagem para os “rubro-negros”, campeões nacionais, que mantêm o mesmo grupo da época anterior, enquanto o adversário se reforçou com mais de cinco jogadores e inclusive o treinador.
Emparceiramento:
Vila Clotilde – Amigos de Viana
Universidade Lusiadas – Progresso do Sambizanga
1º de Agosto – Recreativo do Libolo
ASA – Interclube
Classificação:
1º Libolo  31  pontos
2º 1º de Agosto 31
3º Petro de Luanda  27
4º Interclube  25
5º Lusiadas  24
6º Sporting de Benguela  23
7º Vila Clotilde  22
8º ASA   20
9º Progresso do Sambizanga   19
10º Amigos de Viana  15
Disputam-se jogos em atrasos, com destaque para o 1º de Agosto-Interclube no pavilhão 28 de Fevereiro. Vão jogar também para acerto do calendário Sporting e Benguela/Petro de Luanda e Libolo/Amigos de Viana
.

ANGOLA : FAB suspende extremo base Roberto Fortes

Luanda - O extremo base do Petro Atlético de Luanda, Roberto Fortes, foi suspenso por dois jogos e multado em 12 mil Kwanzas pelo Conselho de Disciplina da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), apurou hoje a Angop, nesta cidade.

ROBERTO FORTES CASTIGADO COM DOIS JOGOS DE SUSPENSÃO
FOTO: ARQUIVO
De acordo com um comunicado da FAB, o jogador foi penalizado no desafio diante do Recreativo do Libolo do Cuanza Sul, dia 22 de Fevereiro, para a primeira fase do XXXVI campeonato nacional de basquetebol sénior masculino, alegadamente por dirigir-se ao árbitro incorrectamente.
A nota indica ainda, que o Clube Petro Atlético de Luanda foi multado com nove mil kwanzas, por arremesso de objectos ao recinto (pavilhão principal da Cidadela Desportiva), por parte de adeptos.
No jogo, os “petrolíferos” quebraram a invencibilidade do Libolo com vitória de 102-83.
O Libolo e o 1º de Agosto partilham a liderança da prova com 31 pontos, contra 25 do Petro Atlético e Interclube, respectivamente, em terceiro e quarto lugar.

ANGOLA : Kilamba impressiona FIBA-África

Multiusos do Kilamba pode voltar a acolher em 2015 uma competição africana depois de ter albergado o mundial de hóquei
Fotografia: Kindala Manuel
Os membros daFIBA-África mostraram-se ontem impressionados com o Multiusos do Kilamba, recinto que pode acolher em 2015 a fase final dos Campeonatos Africanos das Nações de basquetebol em seniores (Afrobasket), nas duas classes, provas selectivas para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Sem a presença do seu secretário-geral  Alphonse Billé, que mais uma vez não escalou Luanda, a comitiva da FIBA-África, à última  hora  dirigida por Julian Farran, membro da comissão técnica de competições, começou por visitar as instalações do Clube Central das Forças Armadas Angolanas (1º de Agosto), seguindo-se o Pavilhão 28 de Fevereiro e o Complexo da Cidadela Desportiva.

O ponto alto da visita de inspecção da delegação, que deixa hoje Luanda, foi a vistoria que fizeram ao Multiusos do Kilamba, pavilhão construído em 2013 no âmbito da 41.ª edição do Campeonato do Mundo de hóquei em patins. Com uma capacidade para 11.454 espectadores, a infra-estrutura foi considerada “supermoderna e apta para acolher eventos internacionais” pela delegação da FIBA-África. O Hotel de Convenções de Talatona também foi visitado  pelos responsáveis da FIBA-África que acreditam no êxito das provas, se forem realizadas em Angola, face à experiência que o país já conseguiu nos últimos tempo a nível do basquetebol e nas outras modalidades.

Ontem a delegação da FIBA-África reuniu-se com a direcção da Federação Angolana de Basquetebol, encabeçada por Paulo Alexandre Madeir     a, encontro que serviu para os visitantes explicarem detalhadamente a visita que fizeram ao país. Tony Sofrimento, director de Marketing e Relações Internacionais da Federação Angolana de Basquetebol, lamentou a ausência do secretário-geral da FIBA-África,  Alphonse Billé, tendo assegurado que o executivo do organismo africano vai visitar o país no dia 8 de Março próximo.
"O secretário-geral da FIBA-África acabou por não vir ao nosso país, por razões de calendário. Em face da realização a 15 de Março próximo, na Turquia, do congresso da FIBA-Mundo, Alphonse  Billé tem estado muito atarefado mas garantiu-nos que estar  aqui a 8 de Março próximo.”
Tony Sofrimento disse que os membros da FiBA-África mostraram-se satisfeitos com as condições encontradas no país, daí acreditar na aprovação da candidatura de Angola para acolher os Campeonatos Africanos das Nações da "bola ao cesto" de 2015. Angola vai oficializar a sua candidatura a 15 de Março próximo, em Istambul, Turquia, cidade que acolhe no dia seguinte o sorteio do campeonato do mundo de basquetebol em seniores femininos.

BAI Basket
Petrolíferos encurtam distância dos líderes 

A formação do Atlético Petróleos de Luanda prossegue com a sua grande recuperação na tabela classificativa da 36.ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, BAI Basket, e encurtou agora para quatro pontos a distância que o separa dos lideres da prova. Depois de ter vergado a equipa do Progresso Associação do Sambizanga, por 94-62, na última terça-feira, os pupilos de Lazare Adingono passaram a somar 27 pontos, na terceira posição, contra 31 pontos do Recreativo do Libolo e do 1º de Agosto.

Quando estão disputadas 15 partidas na fase regular do BAI Basket, que caminha para o final, os petrolíferos da capital  conseguiram 12 vitórias, tendo averbado duas derrotas e uma falta de comparência. A equipa tricolor continua à procura de  um atleta para ocupar a vaga de Orien Green, que este ano não joga devido a castigo imposta pela FIBA-Mundo, A equipa do Eixo-viário pode  alcançar os 31 pontos no fim da fase regular da 36.ª edição do Campeonato Nacional, já que vai ter pela frente a formação do Sporting de Benguela.

Amanhã e sábado, os petrolíferos da capital medem forças na província de Benguela, frente ao Sporting local, um adversário à partida inferior.
Quando amanhã forem 18 horas, o destaque vai  para o confronto entre o 1º de Agosto e o Recreativo do Libolo, equipas que partilham a liderança do BAI Basket,  com 31 pontos, no Pavilhão Victorino Cunha, Já o Atlético Sport Aviação (ASA), ausente no grupo que vai lutar pelo título nacional, dado que ocupa a oitava posição com 20 pontos, vai medir forças com o Grupo Desportivo Interclube, no Pavilhão Anexo número dois da Cidadela, a partir das 18h30.
M.C                      

26 Fevereiro 2014

ANGOLA : Militares suplantam libolenses

Militares preparam com cuidado o desafio de sexta-feira ao Recreativo do Libolo
Fotografia: João Gomes
A uma jornada do fim da segunda volta da fase regular da 36.ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, BAI Basket, a formação do Recreativo do Libolo viu-se suplantada pelo 1º de Agosto, que agora detém o melhor ataque, com 1.358 pontos marcados, contra 1.333 dos libolenses.

A equipa rubro-negra, actual campeã nacional, detém igualmente a melhor defesa, com 827 pontos sofridos, contra 978 e 914 do Recreativo do Libolo e do Atlético Petróleos de Luanda respectivamente.
Os petrolíferos da capital, que ascenderam ao terceiro posto, com 25 pontos, anotou até aqui 1.263 pontos.
Apesar de perder para o Clube Central das Forças Armadas Angolanas, quer em termos de pontos marcados e sofridos, o Recreativo do Libolo continua no topo da tabela classificativa da 36.ª edição do BAI Basket, que este fim de semana diz adeus à fase regular da competição.
Libolenses e militares partilham a liderança do BAI Basket, ambos com 31 pontos, mas o representante da vila de Calulo ocupa o primeiro posto, em virtude de ter derrotado na primeira volta o 1º de Agosto.
Depois de ter conseguido durante toda a primeira volta e quase mais de metade do segundo turno da competição conservar todos os recordes (equipa imbatível, melhor marcador, melhor defesa), a formação às ordens de Norberto Alves viu-se ultrapassada na última dupla jornada do final de semana, em que viu quebrado o seu ciclo vitorioso de quinze triunfos consecutivos, diante do Atlético Petróleos de Luanda, com quem perdeu por 83-102.
O Recreativo do Libolo que prepara a deslocação ao reduto do 1º de Agosto, pode melhorar o  ataque e a defesa, dado que tem mais um jogo para realizar no sábado.
Quem também continua a surpreender pela positiva é a Universidade Lusíada, actualmente no quinto lugar, superando inclusive o Atlético Sport Aviação (ASA). Os universitários marcaram até aqui 1.203 pontos e sofreram 1.272.
O Sporting de Benguela, equipa recém-promovida à primeira divisão, continua a realizar uma prova regular e a uma jornada do termo da fase regular ocupa o sexto lugar da tabela classificativa do BAI Basket, com 23 pontos. 
Já a formação do Clube Amigos de Viana, grémio que enfrenta muitas dificuldades, desde a falta de verbas à falta de campo para treinar e realizar jogos, continua com o pior registo na prova.
O Clube Amigos de Viana em dezasseis partidas disputadas somou quinze desaires e foi-lhe averbada uma falta de comparência. Marcou 787 pontos e sofreu 1.758.
Na sexta-feira, o destaque vai recair no confronto entre o 1º de Agosto e o Recreativo do Libolo, no Pavilhão Victorino Cunha, a partir das 18h00. A ronda reserva ainda os encontros Vila-Amigos de Viana, Lusíada-Progresso e ASA-Interclube.
Um dia depois, sábado, o BAI Basket faz disputar mais duas partidas, Sporting de Benguela-Petro e Libolo-Amigos.

MUNDIAL
Selecção feminina 
conhece adversárias 


A Selecção Nacional de basquetebol sénior feminina, campeã africana, conhece no próximo dia 15 de Março as adversárias no Campeonato do Mundo, a ter lugar na Turquia, de 25 de Setembro a 5 de Outubro deste ano.
Contrariamente ao que estava previsto, a data do sorteio da prova realiza-se no dia 15 de Março, em Istambul.
Segundo o director desportivo da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), Tony Sofrimento, a data do sorteio foi alterada pelo facto de o órgão reitor da modalidade agendar a realização do seu congresso para o dia 16.
“A Fiba quer aproveitar a presença dos representantes dos vários países no sorteio para o congresso um dia depois.
Estão qualificadas para o Mundial as selecções de Angola, Austrália, Bielorrússia, Brasil, Canadá, Cuba, China, República Checa, França, Japão, Coreia, Moçambique, Sérvia, Espanha, Turquia e Estados Unidos da América, actual campeã mundial e olímpica.

AFROBASKET
Secretário da FIBA-ÁFRICA adia visita a Angola

O secretário-geral da FIBA-ÁFRICA, Alphonse Billé, escala o país apenas hoje, ao princípio da tarde, onde a partir de amanhã, começa uma visita de dois dias para inspeccionar as condições infra-estruturais (hotéis e campos), tendo em vista a disputa do Campeonato Africano das Nações de basquetebol em seniores, nas duas classes, provas selectivas para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016.
A chegada do responsável do organismo que tutela a modalidade a nível do continente africano estava prevista para ontem, mas “devido a razões de calendário”, Alphonse Billé adiou a sua vinda a Angola para hoje, de acordo com Tony Sofrimento, director de Marketing e Relações Internacionais da Federação Angolana de Basquetebol.
"Com este adiamento, vamos refazer o programa de visita da comitiva da FIBA-ÁFRICA. Amanhã, a delegação começa a inspeccionar as condições infra-estruturais para o país acolher os Afrobasket’s em 2015. 
O Pavilhão Multiusos do Kilamba, infra-estrutura construída no âmbito da 41ª edição do Campeonato do Mundo de hóquei em patins, vai ser o primeiro a ser vistoriado pela delegação da Fiba-Afrique, informou Tony Sofrimento.
Angola tenciona albergar os dois eventos, de forma a assegurar a qualificação das duas selecções nacionais para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.
A Fiba-Afrique tinha deliberado que os Afrobasket´s de 2013 são as últimas provas qualificativas para os campeonatos do Mundo. Angola foi palco dos Afrobasket´s de 1989, 1999 e 2007 em masculinos, enquanto em femininos, caso lhe seja atribuída a organização da prova, vai ser a segunda vez, depois de 1983. 
M.C 

25 Fevereiro 2014

MOÇAMBIQUE : Torneio de preparação em basquetebol: Ferroviário supera rival

O FERROVIÁRIO levou de vencida o Desportivo por 65-60, em jogo mais importante da terceira jornada do Torneio de Preparação de Basquetebol sénior a nível da cidade de Maputo.
Foi uma vitória suada dos “locomotivas”, que nalgumas etapas da contenda viram-se em desvantagem. Mas a grande surpresa da ronda foi o deslize do Maxaquene frente à Universidade Pedagógica.
Os “tricolores” perder por 56-58, dois pontos de diferença, naquela que foi considerada uma propaganda do basquetebol na capital do país. Todos os jogos tiveram lugar na sexta-feira.
No sábado a A Politécnica venceu o Costa do Sol por 66-58 no fecho da ronda em masculinos.
Em femininos o Maxaquene derrotou o Costa do Sol por 66-64 e A Politécnica bateu copiosamente o Desportivo por esclarecedores 76-16, 60 pontos de diferença.
No sábado o Ferroviário não teve dificuldades para levar de vencida a Universidade Pedagógica por 67-21.
Refira-se que a prova decorre no sistema clássico de todos contra todos em duas voltas.

ANGOLA : Lusíada aposta no feminino


Meninas da extinta equipa do Juventude de Viana vão doravante representar as cores da formação da Universidade Lusíada de Angola
Fotografia: AFP
A formação da Universidade Lusíada vai contar doravante com uma equipa sénior feminina de basquetebol, depois de ter absorvido a formação do Juventude de Viana, grémio extinto recentemente do panorama desportivo nacional, de acordo com António Luvualo, responsável para o basquetebol da equipa universitária.

António Luvualo assegurou por outro lado, que a direcção da Universidade Lusíada está a fazer tudo no sentido de legalizar as 14 basquetebolistas, que anteriormente representavam as cores do Juventude de Viana, junto da Associação Provincial de Basquetebol de Luanda e do órgão reitor da modalidade do país. A apresentação oficial da equipa deve acontecer em princípio no decorrer desta semana.
«De facto a Universidade Lusíada vai absorver a equipa sénior feminina de basquetebol do Juventude de Viana, agremiação que como é do domínio público foi extinta muito recentemente. Por iniciativa do doutor Rui Mingas decidimos integrar estas senhoras porque pretendemos também contribuir para o engrandecimento do desporto e particularmente o basquetebol», afirmou António Luvualo.
Para além das 14 atletas que doravante vão representar as cores da Universidade Lusíada nas competições sob a égide da Associação Provincial de Basquetebol de Luanda (APBL) e da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), a direcção do clube vai reintegrar a equipa técnica. António Luvualo anunciou que a sua agremiação vai disputar o campeonato provincial sénior feminino da «bola ao cesto» cujo arranque está aprazado para a primeira quinzena do mês de Março.
«Estamos a fazer tudo para que administrativamente o clube esteja organizado porque queremos começar a competir já. A primeira prova é já o campeonato provincial de Luanda cujo arranque está previsto para o dia 10 de Março próximo», asseverou o responsável para o basquetebol da Universidade Lusíada.
Entretanto, as atletas vão ainda beneficiar de bolsas de estudo à semelhança do que acontece com a equipa sénior masculino que este ano está a realizar uma época irrepreensível na 36ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol, vulgo BAI Basket. «É uma política que o clube tem apostado, aliar a actividade desportiva à actividade académica e vai acontecer o mesmo à nossa equipa sénior feminino de basquetebol», finalizou António Luvualo.
Depois de ter falhado a Taça de Angola e o Campeonato Nacional, a direcção do Juventude de Viana decidiu extinguir a equipa sénior feminino de basquetebol, grémio que tinha a Mecanagro, como principal patrocinadora.

BAI Basket
Recreativo do Libolo conserva liderança

A formação do Recreativo do Libolo manteve a liderança da edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, apesar de ter perdido a invencibilidade na prova, fruto da derrota que sofreu sábado último diante do Atlético Petróleos de Luanda, por 83-102. Apesar do desaire, o primeiro da época desportiva 2013/2014, os libolenses partilham o primeiro lugar da tabela classificativa do BAI Basket, com 31 pontos.
O facto de ter vencido o Clube Central das Forças Armadas Angolanas, o grémio da vila de Calulo mantém o primeiro lugar.Depois de 720 minutos sem consentir qualquer desaire, os comandados de Norberto Alves, consentiram finalmente a sua primeira derrota na competição.Em 16 partidas disputadas até aqui, o Recreativo do Libolo conseguiu 15 vitórias, tendo averbado apenas uma derrota.
A formação do Libolo traçou como meta na presente época desportiva a conquista da edição do Campeonato Nacional da «bola ao cesto» vai decidir o primeiro lugar da fase regular frente ao 1º de Agosto. Já o Atlético Petróleos de Luanda, equipa que quebrou o ciclo vitorioso dos actuais vice-campeões nacionais ascendeu ao terceiro posto, agora com 25 pontos.                               
M.C

22 Fevereiro 2014

ANGOLA : Petro de Luanda e Libolo centralizam as atenções


A atenções do BAI Basket estão viradas hoje para o pavilhão principal da Cidadela Desportiva
Fotografia: Jornal dos Desportos
A equipa de Lazare Adingonó vai procurar quebrar a invencibilidade da aguerrida formação liderada por Norberto Alves. Em 15 jogos, a equipa de Calulo obteve igual número de vitórias, numa demonstração da melhor equipa da fase regular da competição.

Para melhorar a posição classificativa, os petrolíferos precisam de construir um caminho de vitórias. O jogo diante dos líderes é uma desforra do que aconteceu no Dream Space, na primeira volta, onde os "meninos" do Cuanza Sul suplantaram os do eixo viário.

Do outro lado está Norberto Alves com uma armada bem equipada. Carlos  Morais, Eduardo Mingas e Olímpio Cipriano, esteios da selecção nacional, estão prontos para manter a invencibilidade na prova.

 Noutras partidas, a equipa irreverente Universidade Lusíada recebe na Cidadela Desportiva o Interclube de Alberto Babo. Pelos números na tabela de classificação, os estudantes surgem favoritos à vitória. O histórico de cada equipa prova o contrário, com os polícias acima dos estudantes.

O Vila Clotilde, por sua vez, recebe o Progresso do Sambizanga. Os atletas do Maculusso entram na partida como favoritos diante dos sambilas. O sétimo lugar na tabela espelha o favoritismo diante dos nonos.

Depois de ontem enfrentar o Petro de Luanda, o ASA encontra hoje o campeão 1º de Agosto. Os aviadores entram no jogo com espírito de fazer o possível, pois a equipa de Paulo Macedo tem melhores atletas.

Na última partida, o Amigos de Viana defronta o Sporting de Benguela. Os vianenses, últimos classificados, dificilmente vão sair vitoriosos. A equipa de Emanuel Trovoada entrou bem na competição, onde ocupa o sexto lugar.

21 Fevereiro 2014

MOÇAMBIQUE : TORNEIO DE PREPARAÇÃO – BASQUETEBOL: “Derby” de titãs anima segunda ronda

DESPORTIVO e Ferroviário protagonizam, hoje, a partir das 20.00 horas, no pavilhão dos “alvi-negros”, o desafio mais aliciante da segunda jornada do Torneio de Abertura de Basquetebol Sénior Masculino.
Trata-se de um despique entre crónicos concorrentes à conquista do troféu, pelo que se adivinha uma boa propaganda da bola-ao-cesto.
O Desportivo faz o seu primeiro jogo, visto que na primeira jornada ficou de fora devido ao número ímpar de equipas. Já o Ferroviário vem de um triunfo sobre a UP.
O Maxaquene, outro favorito, recebe no seu pavilhão, às 20.00 horas, a UP. Os “tricolores” procuram redimir-se da derrota sofrida, na primeira jornada, diante do Costa do Sol.
O Costa do Sol, por sua vez, mede forças amanhã às 16.00 horas, no pavilhão da A Politécnica frente à formação da casa, na partida que encerra a ronda. Cabe nesta ronda a formação do Aeroporto ficar ausente.
Em seniores femininos, Maxaquene e Costa do Sol batem-se, hoje, partir das 18.30 horas, no pavilhão dos “tricolores”, na partida mais importante. À mesma hora, o Desportivo recebe A Politécnica.
A jornada fica completa amanhã com o Ferroviário a defrontar, no pavilhão do Desportivo, às 16.00 horas, a UP.
Maxaquene fica de fora devido ao número ímpar de equipas

20 Fevereiro 2014

ANGOLA : FAB convoca selecções


Atletas das duas selecções vão tomar conhecimento do programa de preparação a 28 do mês em curso nas instalações da federação
Fotografia: Jornal dos Desportos
As Selecções Nacionais de basquetebol de cadetes, em ambos os sexos, foram convocadas ontem para concentração a 28 do corrente, a partir das 16h00 nas instalações da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), sita no Complexo da Cidadela Desportiva, em Luanda.

O objectivo da convocatória é a concretização do programa que consiste em dar início aos trabalhos de preparação, com vista os Jogos Africanos da Juventude de 3x3, prova a decorrer de 22 a 31 de Maio próximo, em Gaberone.

De acordo com a convocatória a que o Jornal dos Desportos teve acesso, proveniente do órgão reitor da modalidade do país, a Selecção Nacional feminina vai ser liderado pelo conceituado técnico angolano, Apolinário Paquete, tricampeão africano de clubes ao serviço da formação do Grupo Desportivo Interclube.
 Já a selecção masculina vai ser comandado pelo Elvino de Fátima Carvalho Dias, técnico que orienta o Futebol Clube Vila Clotilde no Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, vulgo BAI Basket.

No dia 28 os atletas convocados para a «operação» Gaberone, palcos dos Jogos Africanos da Juventude 3x3, vão tomar conhecimento do programa de preparação. Apolinário Paquete e Elvino Dias, técnicos que foram indicados pela direcção da Federação Angolana de Basquetebol para conduzirem os destinos das selecções nacionais, vão indicar os seus respectivos adjuntos, segundo apurou o Jornal dos Desportos. 

Apesar dos vários compromissos internacionais previstos para este ano, o elenco liderado por Paulo Alexandre Madeira promete tudo fazer a fim de proporcionar as melhores condições de trabalho para as distintas selecções nacionais que vão estar em evidência, nomeadamente, as selecções de seniores, em ambas as classes, que vão disputar os Campeonatos do Mundo de Espanha e Turquia respectivamente, para além da selecção de sub-17 que vai disputar o Campeonato do Mundo no Dubai.

  Para a «operação» Gaberone, Apolinário Paquete convocou as seguintes atletas: Erica Guilherme, Emanuela Mateus e Joana António (Interclube), Cristina Correia (1º de Agosto), Teresa Ngueve Sacato e Tatiana Jamba (Benfica da Huíla), Adriana Manuel (Sporting do Bié) e Esperança Nunda (Sporting Clube de Benguela).

Por seu turno, Elvino Dias chamou os seguintes jogadores: Alexandre Jungo e Gerson Domingos (Vila Clotilde), Bruno Fernandes, Sílvio Sousa e Milton Valente (1º de Agosto), Eric Amândio, Jerson Gonçalves e Valdir Manuel (Petro de Luanda).Entretanto, para além do basquetebol, os Jogos Africanos da Juventude vão ser disputados nas modalidades de atletismo, natação, boxe e tae-won-dó.

BAI BASKET
Universidade Lusíada com percurso invejável 

A três jornadas para o fim da segunda volta da fase regular do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, vulgo BAI Basket, a formação do Clube Universidade Lusíada continua a surpreender os amantes da modalidade, ocupa nesta altura o terceiro lugar da prova, com 22 pontos, supera inclusive as equipas do Atlético Petróleos de Luanda, Grupo Desportivo Interclube e Atlético Sport Aviação (ASA).

Depois de ter sido a equipa mais concretizadora durante a primeira volta da fase regular do BAI Basket, superando inclusive as chamadas equipas grandes, os universitários continuam a surpreender os amantes da «bola ao cesto».
O terceiro lugar que ocupam na tabela classificativa, com 22 pontos mais um que o Atlético Petróleos de Luanda, Grupo Desportivo Interclube e Sporting de Benguela, todos com 21 pontos, atesta perfeitamente a regularidade dos universitários que continuam a efectuar uma temporada irrepreensível no BAI Basket.Das 15 partidas que disputaram, a Universidade Lusíada somou sete vitórias, averbou oito derrotas.

O grémio anotou até aqui 1098 pontos e sofreu 1116. Apenas o Recreativo d o Libolo e 1º de Agosto superam os universitários, em termos de pontos marcados e sofridos. 
O Libolo líder incontestável do BAI Basket com 30 pontos, anotou 1250 pontos e sofreu 876. Já a equipa militar actual campeã nacional em título, e segundo classificado com 29 pontos, converteu até aqui 1202 e sofreu apenas 717 pontos, em 14 partidas realizadas.
Atlético Petróleos de Luanda com menos três partidas, ocupa actualmente o quarto lugar com 21 pontos. Os petrolíferos da capital anotaram 1065 pontos e sofreram 766. Interclube e Sporting de Benguela ocupam os lugares imediatos, com igual número de pontos (21).
Entretanto, Clube Amigos de Viana continuam sem ganhar da edição 36 do BAI BAsket, em 14 partidas realizadas até aqui, o grémio adstrito ao município de Viana, soma igual número de desaires. Marcaram 685 pontos e sofreram 1586 pontos    
MC

19 Fevereiro 2014

ANGOLA : Interclube recupera do desastre


A derrota frente ao Progresso do Sambizanga faz parte do passado, pelo que Alberto Babo
Fotografia: Jornal dos Desportos
Recuperado do desaire que sofreu no último fim-de-semana frente ao Progresso Associação do Sambizanga, com o qual perdeu por 85-89, a formação do Grupo Desportivo Interclube prepara a sua deslocação, esta sexta-feira, ao Pavilhão Anexo número dois da Cidadela Desportiva, a fim de defrontar a equipa do Futebol Clube Vila Clotilde, para mais uma jornada do BAI Basket.
A derrota frente ao Progresso do Sambizanga faz parte do passado, pelo que Alberto Babo, técnico principal do Interclube prepara a todo o gás os seus pupilos para desfeitearem a modesta equipa do Futebol Clube Vila Clotilde, formação que está igualmente comprometida na fase provincial de Luanda da Taça de Angola.
Apesar de a equipa estar muito aquém do seu rendimento habitual, em face dos investimentos que a direcção da turma da Polícia efectuou, Alberto Babo promete um Interclube diferente na fase de grupos. Clinicamente o grupo respira saúde, o que vai facilitar o trabalho da equipa técnica, que deste modo conta com todas as suas unidades. Frente a um conjunto que é de longe inferior, a turma da Polícia vai aproveitar para somar mais dois pontos na edição 36 do BAI Basket. 

O Futebol Clube Vila Clotilde, de Elvino Dias, vai procurar dificultar ao máximo as pretensões do Interclube. O Progresso Associação do Sambizanga,
equipa que protagonizou a maior surpresa da dupla ronda do final de semana, ao vergar o Interclube, por 89-85, vai medir forças com a formação dos Amigos de Viana, prélio em que os sambilas são claramente favoritos à conquista dos dois pontos.

A Universidade Lusíada, equipa que realiza uma sensacional campanha na presente edição do BAI Basket, vai ter um osso duro para roer, dado que recebe no Pavilhão 28 de Fevereiro o 1.º de Agosto, actual segundo classificado da prova, com 29 pontos, menos um que o Libolo, que está na liderança do Campeonato Nacional, com 30. 
Já os petrolíferos da capital vão medir forças com os aviadores, num prélio em que o equilíbrio deve ser a tónica dominante. Tal como o 1º de Agosto, o Petro de Luanda não vai encontrar qualquer dificuldade para garantir a qualificação. Entretanto, os quartos-de-final, meias-finais e final da segunda
maior competição do país a nível da “bola ao cesto” vai ser disputado a duas “mãos”.
MC

TAÇA de ANGOLA
Luanda conhece representante

Aprovíncia de Luanda vai conhecer esta semana o seu representante na fase nacional da 26ª edição da Taça de Angola de basquetebol em seniores masculinos, competição que disputa a 3 de Março próximo a primeira- mão dos quartos-de-final da segunda maior prova a nível da "bola ao cesto", soube o Jornal dos Desportos de fonte federativa. As formações do Progresso

Associação do Sambizanga, Clube Universidade Lusíada e Futebol Clube Vila Clotilde vão disputar a fase provincial de Luanda. O torneio vai ser disputado no sistema de todos contra todos a uma volta e o vencedor apura-se automaticamente para os quartos-de-final. As equipas preparam-se com todo o cuidado, a fim de lutarem pelo único passe de acesso aos quartos-de-final da Taça de Angola, cujo troféu se encontra em posse do Atlético Petróleos de Luanda.
Na fase regional, a formações do Eja Sport Clube e do Sporting Petróleos do Bié vão disputar o passe para os quartosde- final. Para atingir a eliminatória B, a equipa do Eja Sport Clube do Lubango afastou o Estrela 1.º de Maio de Benguela, por falta de comparência. O representante regional vai medir forças nos quartos-de-final com os petrolíferos da capital, e o representante da fase provincial vai ter como adversário o Recreativo do Libolo, equipa que lidera a 36ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, BAI Basket.
Apesar de faltar duas equipas para completar o lote de agremiações que vão disputar os quartos-de-final da Taça de Angola, a direcção técnica da Federação Angolana de Basquetebol realizou no passado dia 11 o sorteio para a competição. O confronto entre as formações do 1º de Agosto e o Grupo Desportivo Interclube vai centralizar as atenções dos quartos-de-final da segunda maior competição a nível da "bola ao cesto".
O Atlético Sport Aviação (ASA) vai enfrentar o Sporting de Benguela, equipa recém-promovida ao escalão maior da "bola ao cesto". A direcção técnica da FAB faz disputar a primeira-mão dos quartos-de-final da Taça de Angola na primeira quinzena de Março próximo, logo após o fim da fase regular da 36ª edição do BAI Basket.
MC

18 Fevereiro 2014

MOÇAMBIQUE : TORNEIO DE PREPARAÇÃO DE BASQUETEBOL: “Canarinhos” surpreendem “tricolores”

O COSTA do Sol foi o grande vencedor da segunda jornada do torneio de preparação de basquetebol a nível da capital do país, ao bater o Maxaquene no desafio mais importante da ronda, por 61-54.
Os “canarinhos”, apesar de serem uma equipa aguerrida nos últimos tempos, têm perdido sempre diante dos rivais, principalmente perante o Maxaquene, mas na noite da sexta-feira aconteceu o contrário. Foram sete pontos de diferença, resultado que abre boas perspectivas para o Costa do Sol. Noutro duelo da ronda, o Ferroviário cumpriu, vencendo a aguerrida turma da Universidade Pedagógica, por 59-53.
Não se efectivou o embate entre A Politécnica e Aeroporto devido à falta de comparência dos árbitros, um problema sintomático que começou a ganhar contornos alarmantes no ano passado, o que provocou crise competitiva.
Em femininos, rodou a primeira jornada do torneio de preparação com A Politécnica a bater de forma esclarecedora o Maxaquene, por 92-41. Quem teve de sofrer para ganhar foi o Ferroviário que superou por uma diferença de um ponto o Costa do Sol (46-45).

ANGOLA : Libolo mantém domínio no BAI Basket


Libolenses em 15 partidas disputadas somaram igual número de vitórias e lideram o BAI Basket com 30 pontos seguido do 1º de Agosto
Fotografia: Mota Ambrosio
A três jornadas do fim da fase regular da 36ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, vulgo BAI Basket a formação do Recreativo do Libolo mantém a invencibilidade na competição, soma agora 30 pontos na liderança e, está a 144 minutos de protagonizar o pleno nesta primeira etapa da prova.

Sob liderança de Norberto Alves, técnico que cumpre o seu primeiro ano de contrato, o grémio da vila de Calulo que na temporada passada ocupou o segundo lugar do BAI Basket, continua a realizar uma prova irrepreensível na presente edição do Campeonato Nacional, onde em 15 partidas disputadas, somou igual número de vitórias.
A regularidade do vice-campeão nacional na presente edição do BAI Basket prende-se em parte com o excelente momento de forma das suas principais unidades, com particular realce para Carlos Morais, ex-Petro de Luanda, Eduardo Mingas, ex-Interclube e Olímpio Cipriano.Os libolenses estão a 144 minutos de protagonizar o pleno na fase regular da 36ª edição do BAI Basket, cuja segunda fase termina a 01 de Março. 
Das três partidas que tem para disputar nesta segunda volta da fase regular, destaque para os «confrontos» com as formações do Atlético Petróleos de Luanda e 1º de Agosto para além do Clube Amigos de Viana.Depois de ter ultrapassado o Atlético Petróleos de Luanda e 1º de Agosto, os libolenses tencionam        repetir a proeza, a fim de terminar a fase regular de forma invicta.
Em face dos investimentos feitos pela direcção, liderada por Rui Campos, a equipa do Libolo tem sabido corresponder com as expectativas.
O grémio de Calulo está fortemente engajado na conquista da edição 36 do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino. Quem também tem feito uma temporada regular é a formação da Universidade Lusíada. Os universitários figuram nesta altura entre as seis primeiras classificadas da 36ª edição do BAI Basket.
Entretanto, a surpresa da dupla jornada do final de semana prende-se com a derrota que o Grupo Desportivo Interclube sofreu frente ao Progresso Associação Sambizanga, situação que coloca cada vez mais distante os polícias dos lugares cimeiros da competição. A primeira volta da fase de Grupo dos BAI Basket arranca a 11 de Março e termina a 22 do mês em curso. Já a segunda volta começa a 1 de Abril e termina no dia 14.

Taça de Angola
Eja Sport Clube afasta Estrela 1º de Maio

A formação do Eja Sport Clube do Lubango ganhou por falta de comparência ao Estrela 1º de Maio de Benguela, a partida a contar para a fase regional da 26ª edição da Taça de Angola da segunda maior competição a nível da «bola ao cesto», segundo apurou o Jornal dos Desportos de fonte federativa.
A segunda mão estava inicialmente marcada para hoje, mas, em face da falta de comparência aplicada ao Estrela 1º de Maio de Benguela, a formação do Lubango passou automaticamente para a eliminatória B. 
Assim, a equipa da cidade do conhecimento, no caso, o Eja Sport Clube do Lubango, defronta a 22 do mês corrente, o Sporting Petróleos do Bié, para a segunda «mão» que acontece no dia 25 do mês em curso. O vencedor da eliminatória joga nos quartos-de-final com a equipa do Atlético Petróleos de Luanda. Progresso do Sambizanga, Universidade Lusíada e Futebol Clube Vila Clotilde disputam a fase provincial de Luanda e o vencedor desta eliminatória defronta o Recreativo do Libolo nos quartos-de-final.
De acordo com o sorteio realizado no pretérito dia 11, a equipa do 1º de Agosto e Interclube defrontam-se a 4 de Março, no Pavilhão Victorino Cunha, para a primeira «mão» dos quartos-de-final da referida competição. O desafio da segunda «mão» é no dia 7 de Março, no Pavilhão 28 de Fevereiro.
As meias-finais da Taça de Angola, igualmente jogadas a duas «mãos», estão aprazados para os dias 25 e 28 de Março, enquanto a final está marcada para os dias 15 e 18 de Abril. Na final, em caso de igualdade, recorre-se a uma finalíssima, de acordo com os regulamentos da competição. Os petrolíferos da capital são os actuais vencedores da Taça de Angola.                                    
M C

17 Fevereiro 2014

ANGOLA : Árbitros foram molestados

A Associação de Árbitros de basquetebol de Angola vai tomar posições nos próximos dias sobre o incidente ocorrido na capital do Bié


As constantes faltas de respeito aos árbitros e aos juízes de mesa por parte dos membros da equipa do Sporting do Bié e da Associação Provincial de Basquetebol (APB)  mancharam a organização da 28.ª edição do campeonato nacional sénior feminino da modalidade.

O desconhecimento e desrespeito às regras de basquetebol levou o presidente da Associação de Basquetebol do Bié, Paulo Príncipe Rufino, a ofender os homens do apito durante o jogo entre o Sporting e o Desportivo O Maculusso. No referido desafio, a senhoras do Sporting do Bié saíram derrotas por 116-24.
O presidente da Associação de Basquetebol do Bié, Paulo Príncipe Rufino, também treinador do Sporting do Bié, agrediu verbalmente os árbitros João Constantino e Cláudio Anderson, após um violento pontapé na zona de protecção do recinto de jogo. Na sequência da acção, foi advertido que abandonasse o lugar em que se encontrava e para se sentar na bancada.
Reagindo à advertência, Paulo Príncipe Rufino fez novas ameaças aos árbitros e como membro da comissão organizadora do campeonato deixou de saudar ou dirigir a palavra aos juízes do jogo. 
O seu irmão Antunes Cachimano, treinador-adjunto do Sporting do Bié, voltou a ofender verbal e moralmente o trio de árbitros, composto por António Bernardo, Osvaldo Neto e Helena Afonso, no jogo das classificativas do quinto ao sexto lugar entre o Sporting do Bié e o Misto da Huila, disputado ontem.
Antunes Cachimano foi expulso do jogo por ofensas morais ao trio de árbitros e por conseguinte retirou a sua equipa do campo. Acto contínuo, voltou a destratar  o trio de árbitros.
Carlos Manuel dos Reis, vogal de direcção da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), director geral do Sporting do Bié e coordenador da 28.ª edição do “nacional” feminino da "bola ao cesto", não se pronunciou sobre o facto.  Os treinadores e o presidente da Associação de Basquetebol do Bié são reincidentes neste tipo de comportamento.

O jogo entre o Sporting do Bié e o Misto da Huila foi interrompido aos sete minutos do segundo período, quando a equipa anfitriã perdia por 19-21. 

NÚMEROS
1º de Agosto lidera estatística da prova


A equipa sénior feminina de basquetebol do 1º de Agosto, orientada por Aníbal Moreira, superou a concorrência no campeonato nacional. O conjunto deteve o melhor coeficiente em termos de pontos convertidos, 648 no total, e sofreu 310, o que lhe confere um coeficiente positivo de 338 pontos.

A seguir está o Interclube, com a cifra de 609 pontos marcados, 319 consentidos e um saldo positivo de 290 pontos. 

O Desportivo O Maculusso, que disputa o terceiro lugar do pódio, surge a seguir com 511 pontos convertidos, 450 consentidos e com o coeficiente positivo de 61.
O Misto de Benguela aparece no quadro de estatística como a quarta equipa com melhores performances. As senhoras de Benguela converteram 306 pontos, consentiram 482 e fruto disso ostentam o saldo negativo de 176.

O Misto da Huíla e o Sporting do Bié, equipa que actuou como anfitriã do certame, tiveram o registo dos coeficientes mais baixos. A turma huilana converteu 236 pontos, consentiu 475 e teve saldo negativo de 239, enquanto a leonina somou 245 cestos convertidos, 537 consentidos e saldo negativo de 292.

No Campeonato Nacional de Basquetebol sénior feminino, que a capital biena acolheu desde o dia 7, foram registados 2.595 pontos convertidos nos 21 jogos disputados.

Depois da disputa da final ocorreu a tradicional entrega de troféus do certame para as três equipas do pódio, Interclube, 1º de Agosto e Desportivo O Maculusso.                                    
Sérgio Vieira Dias

16 Fevereiro 2014

ANGOLA : Interclube campeão nacional feminino

JOGO DE BASQUETEBOL FEMININO 1º DE AGOSTO VS INTERCLUBE
FOTO: ANTONIO ESCRIVAO

A equipa sénior feminina de basquetebol do Interclube conquistou hoje, na cidade do Cuito, província do Bié, a XXVI edição do campeonato nacional da modalidade, ao derrotar na final o 1º de Agosto, por 70-65.

Ao intervalo a formação da polícia já vencia por 40-27.Em terceiro lugar ficou o Maculusso, ao  bater nas classificativas o Misto de Benguela, por 68-54.Em quinto ficou a formação do Sporting do Bié enquanto o Misto da Huíla quedou-se ma última posição.
Com esta conquista o Inter soma 10 títulos na sua galeria, contra nove do 1º de Agosto.

Técnico do 1º de Agosto reconhece superioridade do Inter Club

Kuito - O treinador do 1º de Agosto, Aníbal Moreira, reconheceu na noite de sábado, na cidade do Kuito, província do Bié, que o Inter Clube foi superior a sua equipa na vitória da formação da polícia, por 70-65, no jogo da final do campeonato nacional basquetebol seniores feminino.


Em declarações à imprensa, no final da partida disputada no pavilhão gimno desportivo do Sporting do Bié, em que a equipa do Inter Clube reconquista o título perdido na edição passada pelo 1º de Agosto. Aníbal Moreira disse que a equipa adversária defendeu bem, pois soube controlar as suas linhas de passe e impossibilitou que os ataques do 1º de Agosto  terminassem com êxito. Referiu que a sua formação vai continuar a trabalhar no sentido de conquistar as próximas competições da modalidade e resgatar o título que acaba de fugir para o seu arqui-rival o Inter Clube.Parabenizou a formação do Inter Clube, pela reconquista, tendo aconselhando a trabalhar para que a próxima edição seja mais forte, em relação a recém-terminado.


ANGOLA : Interclube conquista Campeonato Nacional

A turma orientada por Apolinário Paquete chegou a evidenciar uma postura avassaladora nos dois primeiros quartos
Fotografia: Jornal dos Desportos
Interclube e 1º de Agosto protagonizaram ontem, no Pavilhão do Sporting do Bié, no Cuito, uma final escaldante da 28ª edição do Campeonato Nacional sénior feminino e com a vitória a sorrir para lado da formação da Polícia. A turma orientada por Apolinário Paquete chegou a evidenciar uma postura avassaladora nos dois primeiros quartos, em que saiu a vencer por 24-16 e 16-11, respectivamente.

15 Fevereiro 2014

CABO VERDE : Basquetebol feminino volta ao activo em Santiago-Sul

Em Santiago-Sul o basquetebol sénior masculino entra em acção este sábado, 15, com o jogo da Super Taça, no Pavilhão Desportivo Vavá Duarte. Frente a frente vão estar o campeão regional Seven Stars e o vice-campeão da época passada, ABC. No escalão sub-18, outro duelo, entre a campeã Amibasket e a vice-campeã Novos Guerreiros. Mas a grande novidade desta época é o regresso do basquetebol feminino às competições, após estar três anos ausente das quadras da capital.
Basquetebol feminino volta ao activo em Santiago-Sul
Uma semana depois da Super Taça, arranca o campeonato em seniores masculinos. Sete equipas disputam o título de campeão regional: ABC, Bairro, Seven Stars, Prédio, Delta, Nhutalense e Barros. Tal como no ano passado, o calendário para esta época é ambicioso. Além destas duas provas, a Associação Regional de Basquetebol de Santiago-Sul (ARBSS) já agendou campeonatos para os escalões de formação – sub 14, sub-16, sub-18 – e a Taça do Município da Praia, no mês de Maio. Na forja está também mais formação para árbitros, treinadores, dirigentes e jovens atletas. André Delgado, presidente da ARBSS, diz que os clubes estão “bastante animados” com o programa para esta época . Está quase tudo a postos, falta apenas concluir o processo de inscrição dos atletas, o que deverá acontecer o mais tardar até esta sexta-feira,14. É que neste momento todos correm contra o tempo perdido. A época devia ter começado há dois meses, em Dezembro, assinala Delgado.O campeonato sénior masculino, que terá como palco o habitual Gimnodesportivo “Vavá Duarte”, adoptou o sistema “todos contra todos”, a duas voltas. Os quatro primeiros classificados da fase regular ficam apurados para as meias-finais, que acontecerá em três jogos. Os dois primeiros classificados disputam a final, em cinco partidas. Quem vencer a maioria dos jogos sagra-se campeão e conquista o direito de representar Santiago-Sul no campeonato nacional.

Basquetebol feminino regressa ao activo

Após três anos de ausência, o basquetebol feminino volta ao activo em Santiago-Sul. Quatro equipas disputam esta época o campeonato regional, para júbilo de adeptos e praticantes da modalidade. A Associação Regional de Basquetebol de Santiago-Sul (ARBSS) também está orgulhosa deste feito.Seven Stars, Amibasket, Bairro e uma selecção dos Órgãos atenderam ao apelo da ARBSS para quebrar o longo jejum. Augura-se a ressurreição do basquetebol feminino em Santiago-Sul, outrora um dos mais competitivos do país.Nos últimos anos, porém, a ausência de provas oficiais foi total, embora as atletas continuassem a organizar jogos amigáveis só para “manutenção física”, contam as meninas. Mas lá no íntimo todas acalentavam o sonho de voltar a vestir a camisola do seu clube.Em conversa com LANCE, atletas e dirigentes confessam estar animados com o regresso às competições do basquetebol feminino, uma modalidade que tem um grande número de praticantes e adeptos em Santiago-Sul. O presidente da ARBSS confessa que “ressuscitar a competição no basquetebol feminino da Praia” é um desiderato que tem de cumprir, uma justiça que precisa repor no basquetebol da Praia.Por isso aceitou continuar mais uma época no comando da associação de Basquetebol de Santiago-Sul. “Fiz um apelo que, felizmente, foi bem aceite”, conta André Delgado, antes de anunciar que, além do campeonato regional, as meninas vão também disputar a Taça Município da Praia, em Maio.

ANGOLA : Interclube e 1º de Agosto discutem final feminina


Militares e polícias discutem título feminino de basquetebol no Cuito no campeonato nacional que hoje encerra
Fotografia: Nuno Flash
Militares e polícias ganharam o direito de jogar a final desta edição do “Nacional” da "bola ao cesto" depois de desfeitearem ontem, nas meias-finais, o Misto de Benguela e o Desportivo O Maculusso. A equipa militar bateu o Misto de Benguela, por 101-28 enquanto que o Interclube derrotou o Desportivo O Maculusso por 83-70.
A equipa do "Rio Seco" e a da Polícia Nacional entraram para a competição com o propósito de chegar ao título e por isso antevê-se um duelo renhido na final desta alta-roda do basquetebol sénior feminino.
A equipa militar é 100 por cento vitoriosa e luta para a revalidação do título, conquistado em 2013, ao passo que o Interclube, que se viu despojado nesse ano, vai tentar resgatar o troféu conquistado em 2012. A equipa da Polícia Nacional vai ainda procurar redimir-se do único desaire consentido nesta prova, frente ao 1º de Agosto, na terceira jornada do primeiro turno. As agostinas desfeiteram as senhoras do Interclube por 64-59.
Por essa razão, o jogo desta tarde encerra espírito de desforra para as polícias. Quer o 1º de Agosto, quer o Interclube, vão carregar no acelerador para levar a água ao seu moinho e arrebatar o troféu.O Pavilhão do Sporting do Bié, localizado na martirizada cidade do Cuito, vai albergar, na certa, uma mole considerável de adeptos, ávidos de verem basquetebol de primeira água.

MACULUSSO E MISTO LUTAM PELO BRONZE 

Desportivo O Maculusso, conjunto que a par do 1º de Agosto e do Interclube, disputa esta 28ª edição do “Nacional” sénior feminino, em representação de Luanda, vai tentar repetir a proeza de 2013, quando defrontar o Misto de Benguela, a partir das 15h00. Depois de atingir o terceiro lugar na edição passada, a formação do Maculusso vai procurar esta tarde vencer o Misto de Benguela, que se apresenta como um adversário teoricamente acessível.No decurso do primeiro turno desta competição, as senhoras do Maculusso já tinham desfeiteado as do Misto de Benguela, por expressivos 81-44 e no confronto desta tarde vão tentar repetir a dose.
O Misto de Benguela, que actua neste “Nacional” com ambições mais modestas, vai procurar dificultar ao máximo os objectivos do seu adversário, batendo-se palmo-a-palmo, para, desse modo, tentar o eventual "assalto ao pódio".


BAI Basket
FAB promete cumprir calendário
O chefe do gabinete técnico e de formação da Federação Angolana de Basquetebol, Nuno Teixeira, reiterou recentemente o desejo da direcção técnica do órgão que tutela a modalidade no país em terminar o Campeonato Nacional em seniores masculinos a 20 de Maio.
O responsável máximo do gabinete técnico e de formação da FAB teceu estas considerações na última segunda-feira, aquando do sorteio da Taça de Angola.
Nuno Teixeira disse que é imperioso que o Campeonato Nacional termine a 20 de Maio, como está previsto, em face do compromisso da Selecção Nacional, que de 30 de Agosto a 14 de Setembro disputa o Campeonato do Mundo em Espanha.
Para Nuno Teixeira, ainda que surjam imprevistos, a prova não se estende por mais de uma semana."Nós definimos 20 de Maio como a data que marca o fim do BAI Basket. Estamos a trabalhar no sentido de cumprirmos à risca este calendário que é do domínio de todos os intervenientes do Campeonato Nacional.
 Se eventualmente surgirem situações que levem a alteração da data, o mesmo pode estender-se por mais uma semana", garantiu Nuno Teixeira.
Os atletas que forem convocados para os trabalhos da pré-selecção, visando o Campeonato do Mundo de Espanha, vão assim ter tempo suficiente para repousar e começar os trabalhos sem qualquer constrangimento.A fase regular do BAI Basket termina a 1 de Março e a fase de grupos arranca no dia 11, com a disputa da primeira volta que termina a 22 do mesmo mês.
 A segunda volta começa a 1 de Abril e termina a 12. Nesta fase, as equipas são divididas em dois grupos de cinco.
A fase final do BAI Basket decorre de 25 de Abril a 20 de Maio. As equipas na fase final respeitam a classificação da fase de grupos e subdividem-se em duas séries, A e B, compostas por quatro equipas cada, que disputam entre si no sistema de todos contra todos a quatro voltas.
Na série A estão as equipas que disputam os quatro primeiros lugares, ao passo que na série B estão as equipas que se batem do quinto ao oitavo lugar.Os dois últimos classificados da fase de grupos baixam de divisão. O BAI Basket realiza hoje a sexta jornada, com o seguinte cartaz: Progresso-Interclube, Vila-1º de Agosto, Petro-Lusíada, Libolo-Sporting de Benguela.          
Melo  Clemente.

Classificativas
Sporting do Bié supera Misto da Huíla

A equipa do Sporting do Bié derrotou ontem o Misto da Huíla por 56-44 no jogo que abriu o segundo turno deste “Nacional” feminino de basquetebol, que decorre na cidade do Cuito deste 7 de Fevereiro. 
As huilanas não tiveram arte nem engenho para evitar o pior, frente à turma anfitriã, que se mostrou mais capaz.
Nem o facto de até ao dia de ontem o Sporting do Bié registar o pior coeficiente em termos de estatística e apenas derrotas espevitou o Misto da Huíla, que só se pode queixar de si e da fraca capacidade que demostrou.
Depois de ter perdido frente às huilanas na ronda inaugural do “Nacional” por 64-48, as bienas bateram o pé e conseguiram a vitória por 56-44. 
As duas equipas voltam a jogar hoje para a decisão do quinto e sexto classificados. 
JOÃO CONSTANTINO NO CUITO