Africa Basquetebol

20 fevereiro 2014

ANGOLA : FAB convoca selecções


Atletas das duas selecções vão tomar conhecimento do programa de preparação a 28 do mês em curso nas instalações da federação
Fotografia: Jornal dos Desportos
As Selecções Nacionais de basquetebol de cadetes, em ambos os sexos, foram convocadas ontem para concentração a 28 do corrente, a partir das 16h00 nas instalações da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), sita no Complexo da Cidadela Desportiva, em Luanda.

O objectivo da convocatória é a concretização do programa que consiste em dar início aos trabalhos de preparação, com vista os Jogos Africanos da Juventude de 3x3, prova a decorrer de 22 a 31 de Maio próximo, em Gaberone.

De acordo com a convocatória a que o Jornal dos Desportos teve acesso, proveniente do órgão reitor da modalidade do país, a Selecção Nacional feminina vai ser liderado pelo conceituado técnico angolano, Apolinário Paquete, tricampeão africano de clubes ao serviço da formação do Grupo Desportivo Interclube.
 Já a selecção masculina vai ser comandado pelo Elvino de Fátima Carvalho Dias, técnico que orienta o Futebol Clube Vila Clotilde no Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, vulgo BAI Basket.

No dia 28 os atletas convocados para a «operação» Gaberone, palcos dos Jogos Africanos da Juventude 3x3, vão tomar conhecimento do programa de preparação. Apolinário Paquete e Elvino Dias, técnicos que foram indicados pela direcção da Federação Angolana de Basquetebol para conduzirem os destinos das selecções nacionais, vão indicar os seus respectivos adjuntos, segundo apurou o Jornal dos Desportos. 

Apesar dos vários compromissos internacionais previstos para este ano, o elenco liderado por Paulo Alexandre Madeira promete tudo fazer a fim de proporcionar as melhores condições de trabalho para as distintas selecções nacionais que vão estar em evidência, nomeadamente, as selecções de seniores, em ambas as classes, que vão disputar os Campeonatos do Mundo de Espanha e Turquia respectivamente, para além da selecção de sub-17 que vai disputar o Campeonato do Mundo no Dubai.

  Para a «operação» Gaberone, Apolinário Paquete convocou as seguintes atletas: Erica Guilherme, Emanuela Mateus e Joana António (Interclube), Cristina Correia (1º de Agosto), Teresa Ngueve Sacato e Tatiana Jamba (Benfica da Huíla), Adriana Manuel (Sporting do Bié) e Esperança Nunda (Sporting Clube de Benguela).

Por seu turno, Elvino Dias chamou os seguintes jogadores: Alexandre Jungo e Gerson Domingos (Vila Clotilde), Bruno Fernandes, Sílvio Sousa e Milton Valente (1º de Agosto), Eric Amândio, Jerson Gonçalves e Valdir Manuel (Petro de Luanda).Entretanto, para além do basquetebol, os Jogos Africanos da Juventude vão ser disputados nas modalidades de atletismo, natação, boxe e tae-won-dó.

BAI BASKET
Universidade Lusíada com percurso invejável 

A três jornadas para o fim da segunda volta da fase regular do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, vulgo BAI Basket, a formação do Clube Universidade Lusíada continua a surpreender os amantes da modalidade, ocupa nesta altura o terceiro lugar da prova, com 22 pontos, supera inclusive as equipas do Atlético Petróleos de Luanda, Grupo Desportivo Interclube e Atlético Sport Aviação (ASA).

Depois de ter sido a equipa mais concretizadora durante a primeira volta da fase regular do BAI Basket, superando inclusive as chamadas equipas grandes, os universitários continuam a surpreender os amantes da «bola ao cesto».
O terceiro lugar que ocupam na tabela classificativa, com 22 pontos mais um que o Atlético Petróleos de Luanda, Grupo Desportivo Interclube e Sporting de Benguela, todos com 21 pontos, atesta perfeitamente a regularidade dos universitários que continuam a efectuar uma temporada irrepreensível no BAI Basket.Das 15 partidas que disputaram, a Universidade Lusíada somou sete vitórias, averbou oito derrotas.

O grémio anotou até aqui 1098 pontos e sofreu 1116. Apenas o Recreativo d o Libolo e 1º de Agosto superam os universitários, em termos de pontos marcados e sofridos. 
O Libolo líder incontestável do BAI Basket com 30 pontos, anotou 1250 pontos e sofreu 876. Já a equipa militar actual campeã nacional em título, e segundo classificado com 29 pontos, converteu até aqui 1202 e sofreu apenas 717 pontos, em 14 partidas realizadas.
Atlético Petróleos de Luanda com menos três partidas, ocupa actualmente o quarto lugar com 21 pontos. Os petrolíferos da capital anotaram 1065 pontos e sofreram 766. Interclube e Sporting de Benguela ocupam os lugares imediatos, com igual número de pontos (21).
Entretanto, Clube Amigos de Viana continuam sem ganhar da edição 36 do BAI BAsket, em 14 partidas realizadas até aqui, o grémio adstrito ao município de Viana, soma igual número de desaires. Marcaram 685 pontos e sofreram 1586 pontos    
MC

3 Comments:

Enviar um comentário

<< Home