Africa Basquetebol

17 dezembro 2014

MOÇAMBIQUE : TORNEIO DE ABERTURA DE BASQUETEBOL: “Alvi-negros” procuram regressar às vitórias



O DESPORTIVO defronta esta noite, a partir das 20.00 horas, no seu pavilhão, a A Politécnica a procura de voltar aos triunfos na oitava jornada do Torneio de Abertura de Basquetebol da Cidade de Maputo em seniores masculinos.
O Desportivo é sem margem para dúvida, a equipa mais forte neste desafio e por isso apontada como clara favorita. Contudo, importa salientar que os “alvi-negros” já foram surpreendidos nesta prova quando perderam com o Costa do Sol, um adversário à prior menos forte, pelo que terão que estarem atentos para sofrerem mais um desaire inesperado.
O líder da prova, o Ferroviário, recebe, às 19.00 horas, no seu pavilhão, a UP. Os “locomotivas” têm, olhando para o potencial do oponente, uma soberana oportunidade de continuarem a trilhar o caminho das vitórias.
Em femininos, o Desportivo trava um confronto, no seu pavilhão, com a UP a partir das 18.30 horas. Espera-se um desafio equilibrado entre equipas de baixo da tabela classificativa.
O jogo de cartaz terá lugar no pavilhão da A Politécnica, onde a equipa da casa recebe, às 18.30 horas, o Ferroviário, primeiro classificado. As “locomotivas” ainda não perderam, mas terão um teste árduo, pois ombreiam com o principal concorrente

AFRICANO DE CLUBES : Participante "especial" resiste aos quartos-de-final da Liga

Tunis (Do enviado especial) - A equipa BC Mtsapere, pertencente à possessão francesa de Mayotte, localizada nas proximidades do arquipélago das Comores, no Oceano Índico, constitui a maior surpresa nos quartos-de-final da Liga dos Campeões Africanos em basquetebol, onde participa a título ?especial?.

A Angop apurou, em Tunis, junto ao responsável pela comunicação da FIBA/África, Lamine Badiane, que a presença deste club na prova origina de uma solicitação, há três anos, por parte do mesmo, para integrar a zona africana de qualificação ao torneio mais próxima a sua localização geográfica, a qual teve respaldo positivo, a título especial, do órgão reitor da modalidade no mundo (FIBA).
Feito “inclino” na zona VII em 2012, onde presumia-se ser diminuta a sua probabilidades de apuramento, o Mtsapere superou nas pré-liminares deste ano equipas das ilhas Maurícias, Madagáscar e Seychelles, marcando assim a primeira presença na Liga de clubes campeões de um continente do qual o seu país (Mayotte) não é parte integrante.
No entanto, a equipa parece estar acompanhada de uma dose de sorte, visto que a sua passagem “automática” à fase seguinte neste torneio de Tunis, na condição de quarto classificado do grupo A com quatro pontos somente de derrotas, resulta da penalização do Malabo King e da ausência do Kano Pillars da Nigéria.
Com a penalização ao representante equato-guinense pela utilização de jogadores americanos mal inscritos, mesmo perdendo, terça-feira, para o Malabo King, por 53-65, o Mtsapere de Mayotte, cuja série teve cinco integrantes, acabou ser beneficiado e tem presença garantida nos quartos, onde vai defrontar, quinta-feira, o anfitrião ES Rades de Tunis.

ANGOLA : 1º de Agosto em teste de "fogo" na Tunísia

Tunis (Do enviado especial) - A equipa sénior masculina de basquetebol do 1º de Agosto terá, quinta-feira, o seu primeiro teste de fogo, entre três possíveis (quartos, meias e final), na luta pela revalidação do título, quando defrontar nos quartos-de-final da Liga, em Tunis, o Club Africano da Tunísia.

Segundo classificado do grupo B, com nove pontos, o representante angolano foi incapaz de evitar o cruzamento com os donos da casa e “co-organizadores” da 29ª edição da Liga, cujo objectivo passa, entre outros, pela conquista do primeiro troféu da maior competição de clubes a nível do continente.
Depois da derrota frente os tunisinos do ES Rades (82-86), segunda-feira, os “militares” enfrentarão outra situação que se prevê difícil, tendo em conta o nível do adversário, a estatura física, entre outros aspectos que podem advir do factor casa.
Sem os seus postes em grande forma nesta prova, os comandados de Paulo Macedo cruzam uma das formações mais alta do torneio, liderada pelo norte-americano Marcus Deshun Haislip que em 102 minutos de jogo na primeira fase registou 71 pontos e 11 ressaltos.
Além deste, os tunisinos têm o alemão Chennoufi Ziyed (2, 00 cm de altura - total 18 ressaltos), Mohamed Ghyaza (2,06 cm - 12 ressaltos), Mohamed Hadidane (2,06 cm - 27 ressaltos) e o americano James Edward (2,00 cm – 18 ressaltos).
No entanto, o norte-americano Steve Briggs, até então melhor “agostino” em Tunis, terá de ser mais bem acompanhado pelo grupo. Briggs tem registados 83 pontos, em 124 minutos, e 13 ressaltos, sendo a média de pontos por jogo 20,8.
Felizardo Ambrósio e Kikas Gomes certamente farão esforços redobrados na luta de tabelas, visto terem marcas muito baixas na fase inicial do campeonato (media de pontos por jogo 7.5; de ressaltos 4.3 e total de pontos 30, em 109 minutos, para o primeiro) e média de pontos por jogo 2, ressaltos 2.8 e oito pontos no total, em 50 minutos, para o segundo.
O 1º de Agosto conta ainda com os préstimos de atletas que estão a realizar uma boa prova, como o base Armando Costa (média de pontos por jogo 6.8, total 27, média de ressaltos 5 e total 20), o extremo Edson Ndoniema (média de pontos por jogo 11.5, total 46 e média de ressaltos 5.5, total 22) e o extremo-poste Reggie Moore (pontos por média 14, total 56 e 19 ressaltos).
Qualidade acrescida poderá vir ainda do norte-americano Roderic Nealy, que pouco utilizado, 62 minutos em quatro jogos, tem em média 7 pontos por jogo, 28 no total, 5 ressaltos de média e 22 ao todo.
A partida terá lugar às 17:00, no pavilhão Sala de La Goullete.

ANGOLA : 1º de Agosto-Petro de Luanda é destaque na 2ª jornada do nacional sub-14

Lubango - A segunda jornada do 23º campeonato nacional de basquetebol em sub-14, que decorre no Lubango, província da Huíla, tem nesta quarta-feira, como destaque o jogo entre o 1º de Agosto e o Petro de Luanda, no pavilhão da Senhora do Monte, para a classe masculina.

r
Huíla: Jogo entre 1º de Agosto e Interclube de Benguela no nacional em sub-14
Foto: Saturnino Tomás
Na primeira jornada o Petro venceu o Progresso por 81-29 e o seu adversário também bateu por 75-49 o Vila Clotilde.
Para a mesma ronda vão ainda jogar Vila Clotilde – Sporting de Benguela e 1º de Maio de Benguela – Progresso do Sambizanga.
Neste classe lidera o Petro de Luanda com três pontos (em iniciados a vitória vale três pontos, a contrários dos cadetes em diante que são dois), os mesmos que o 1º de Agosto e Sporting de Benguela nas posições seguintes.
Na classe feminina, a jornada 2 reserva os jogos: Formigas do Cazenga – Interclube de Angola, Benfica do Lubango – Inter de Benguela e Sporting de Benguela – 1º de Agosto.
Aí a liderança é igualmente partilhada por três equipas, Formigas do Cazenga, Inter de Benguela e Interclube de Angola, respectivamente com tres pontos.
A prova termina no próximo dia 22.

ANGOLA : Petro inicia defesa do título com vitória no nacional em sub-14

Lubango - A equipa masculina do Petro de Luanda iniciou nesta terça-feira, na cidade do Lubango, província da Huíla, a defesa do título em sub-14, com vitória expressiva de 81-29, sobre o Progresso do Sambizanga, no jogo que abriu a 23ª edição dos campeonatos nacionais de basquetebol em ambas classes.

Huíla: Jogo entre 1º de Agosto e Interclube de Benguela no nacional em sub-14
Foto: Saturnino Tomás
Nas outras partidas, o Vila Clotilde de Luanda perdeu para o 1º de Agosto por, 49-75, enquanto em femininos os  Formigas do Cazenga bateram o Sporting de Benguela, por, 57-44.
Já, o Interclube de Benguela  venceu o 1º de Agosto contra 49-34.
Para a segunda jornada, estão agendados os seguintes emparceiramentos em masculinos:  1º de Agosto/Petro de Luanda,  Vila Clotilde/Sporting de Benguela, Escola 1º de Benguela e Sporting Local.
Em femininos, Grupo Desportivo das Formigas  do Cazenga/ Interclube de Angola, Benfica do Lubango/ Interclube de Benguela  e Sporting de Benguela/ 1º de Agosto.
Estão presentes, na competição as equipas do Interclube, Inter de Benguela, Formigas do Cazenga, Sporting de Benguela, 1º de Agosto, Benfica do Lubango, enquanto que, em masculinos, estão Vila Clotilde de Luanda, 1º de Agosto, Progresso do Sambizanga e Petro de Luanda.
O campeonato termina no próximo dia 22 deste mês

16 dezembro 2014

MOÇAMBIQUE : TORNEIO DE ABERTURA DE BASQUETEBOL: Ferroviário conserva liderança

O FERROVIÁRIO suou para levar de vencida, no fim-de-semana, o Desportivo, por 58-55, no jogo mais aguardado do Torneio de Abertura de Basquetebol da Cidade de Maputo em seniores masculinos.
 
Com esta vitória, os “locomotivas” mantiveram-se na liderança. Conforme reflecte o resultado (58-55), foi a ferro e fogo que os comandados de Horácio Martins conquistaram os dois pontos. Pela frente tiveram uma aguerrida formação “alvi-negra” que entrou no campo disposta a lutar pela vitória do primeiro ao último segundo. Contudo, em momentos capitais, já na ponta final, a turma “verde-e-branca” demonstrou maior poder de concentração.
A ronda fica marcada por mais um triunfo surpreendente do Costa do Sol. Desta vez a vítima foi o Maxaquene que foi derrotado, no seu pavilhão, por 60-54. Os “canarinhos” continuam na mó de cima. Recorde-se que há duas semanas tinham ganho o Ferroviário e o Desportivo.
Os “tricolores” tiveram um fim-de-semana desgastante, já que além de defrontarem o Costa do Sol tiveram pela frente a Universidade Pedagógica (UP). Na partida, os “universitários” foram felizes vencendo por 55-49.
Em seniores femininos, a UP venceu o Desportivo, por 44-28. Em dupla ronda, as “universitárias” já não tiveram fôlego para levar de vencida o Costa do Sol, tendo sido derrotadas, por 59-39.   

AFRICANO DE CLUBES : Norberto Alves quer maior união

Tunis (Do enviado especial) - O treinador do Recreativo do Libolo, Norberto Alves, apelou o grupo no sentido de manter o espírito de união até então demonstrado na Liga de Clubes Africanos em basquetebol, por formas a superar, esta tarde, o Sporting de Alexandria na última jornada do grupo A.

FOTO ARQUIVO: Norberto Alves Tecnico Principal de Basquetebol do Libolo
Foto: Antonio Escrivao
 
“Uma das coisas mais importante é o espirito de equipa que tem, o qual é preciso nestes momentos duros”, disse à Angop numa alusão ao desafio.
No seu entender, a equipa deve ser capaz de suportar adversidades e ir melhorando ao longo da competição, visto estar o primeiro objectivo de apuramento garantido.
As duas formações têm seis pontos no topo do grupo, os mesmos que o Club African, que já não tem jogo por realizar por imperativo de calendário, face a ausência do Kano Pillars da Nigéria

AFRICANO DE CLUBES : Técnico militar minimiza derrota

Tunis (Do enviado especial) - O treinador do 1º de Agosto, Paulo Macedo, minimizou a derrota da equipa (82-86), segunda-feira, diante do ES Rades da Tunísia, na Liga dos Campeões Africanos em basquetebol, argumentando haver ainda muito por se jogar no torneio que decorre em Tunis.

Falando à imprensa no final do desafio da quarta ronda do grupo B, o técnico mostrou-se redimido e afirmou ser tempo de levantar a cabeça para preparar o próximo encontro e consequentemente as outras fases da competição, a começar pelos quartos-de-final.
“Agora é levantar a cabeça. Dar a volta por cima. O jogo já passou, ainda bem que é nesta fase, e agora vamos preparar o encontro de amanhã”, disse, antevendo alguma dificuldade no capítulo físico diante do ABC da Cote d’Ivoire.
Quanto a fraca produtividade no segundo período (converteu 6 pontos e sofreu 24), salientou resultar de cansaço de alguns jogadores e desconcentração de outros, sobretudo os que saíram do banco de suplentes na altura.
Segundo Paulo Macedo, o desaire com os tunisinos em nada influirá nos objectivos da equipa na prova, pelo que deverão se aplicar para ganhar.

15 dezembro 2014

AFRICANO DE CLUBES : 1º de Agosto e ES Rades batem-se pela liderança do grupo

Tunis (Do enviado especial) - A equipa sénior masculina de basquetebol do 1º de Agosto defronta, na tarde de segunda-feira, em Tunis, a sua similar do E.S Rades da Tunísia, em jogo da quarta ronda do grupo B da Liga Africana de Clubes, que decorre neste país.

Paulo Macedo Treinador do primeiro de Agosto
Foto: Fotos de Francisco Miudo
Com início marcado para as 13:00 local, mesma hora em Angola, o desafio envolve equipas com seis pontos e vai definir a liderança isolada na série. Apesar da igualdade pontual, a formação angolana leva vantagem de 27 pontos no quociente de cestos marcados e sofridos.
Em três vitórias de igual número de jogos, o conjunto tecnicamente orientado por Paulo Macedo converteu 245 e consentiu 201, tendo quociente positivo de 44, enquanto os tunisinos têm registos de 219/202, quociente também positivo de 17.
Cientes das dificuldades a encontrar em casa do adversário, os “agostinos” certamente vão procurar manter a invencibilidade nesta caminhada tendente à revalidação do troféu que ostentam há duas edições (2012 e 2013).
Domingo, o grupo quase “minimizou” o carácter do repouso do único dia até então reservado para o efeito, pela organização, e ocupou parte deste com trabalhos centrados na recuperação física e correcção técnico-táctica.
O ritmo competitivo, mais propriamente no capítulo físico, afigura-se determinante, visto que se, por um lado, os angolanos procuraram aumentar as performances treinando, o ES Rades jogou hoje (domingo) para acerto de calendário da primeira ronda com o ASB Mazembe do Congo Democrático (74-67).
A vitória sobre os congoleses a menos de 24 horas do decisivo embate, o factor casa e a possibilidade de poder ultrapassar na classificação o detentor do título e papão da história da competição são aspectos que podem galvanizar os tunisinos e dão outra tónica ao encontro, aguardado com alguma expectativa pelo amantes da modalidade.

AFRICANO DE CLUBES : 1º de Agosto garante quartos-de-final na Liga

unis (Do enviado especial) - O 1º de Agosto garantiu, na noite de sábado, o apuramento aos quartos-de-final da Liga dos Clubes Campeões Africanos em Basquetebol, que de corre na Tunísia, ao vencer o ASB Mazembe do Congo Democrático, por 82-65.

Com o base norte-americano Steve Briggs em destaque (24 pontos, 2 ressaltos e 1 assistência em 32 minutos e 12 segundos), a equipa angolana, líder do grupo B com seis pontos, tirou proveito da sua melhor disciplina táctica e nível de organização, ante um adversário teoricamente fraco, mas que ainda tentou complicar.
O d’Agosto começou por dominar o desafio com a diferença pontual a rondar entre 13 a 10 e  no decurso do primeiro período o técnico Paulo Macedo deu-se ao luxo de utilizar dez dos doze jogadores (faltando Mutu Fonseca e Francisco Sousa), mas os congoleses, com um "basket" incaracterístico, recuperaram até sete pontos no fim deste quarto (15-22).
O aparente equilíbrio do Mazembe durou até o meio do segundo quarto, quando, contra todas as expectativas, chegou a reduzir o placar a cinco pontos (20-25), situação que obrigou os angolanos a empenharam-se.
Com alguma insistência nos lançamentos exteriores, capítulo em que o clube tentou 23 e  converteu 8 (35%), Steve Briggs (2), Roderic Nealy, Armando Costa, Reggie Moore, Edson Ndoniema, Edimir Lucas e Francisco Sousa, todos com um, viram nesta a melhor forma de distanciar-se do oponente, chegando ao intervalo com vantagem de 41-32.
Daí em diante, o campeão em título da Liga de clubes não teve mais dificuldades para se impor, pois conseguiu manter seu cesto inviolável durante cerca de cinco minutos no terceiro período e aumentava a vantagem, que no último quarto foi gerindo.
Quando eram decorridos seis minutos do terceiro período, o Mazembe tinha marcado apenas quatro pontos e o placar assinalava (52-36), fruto de alguma indisciplina táctica dos seus jogadores, que optavam somente por lançar da linha dos sete metros e 25 centímetros (acertaram 6 em 21 tentativas, correspondente a 29%).
Uma vez garantido o apuramento, o 1º de Agosto defronta segunda-feira (dia 15) a formação local do ES Rades e no dia seguinte terá pela frente o ABC da Cote d’Ivoire, ao passo que o Mazembe joga com primeiro com os ivoirenses e depois contra o Mark Mentors da Nigéria.
Parciais (22-15; 19-17; 16-14 e 25-19) todos favoráveis aos angolanos.
As equipas marcaram:
1º de Agosto – Armando (10), Moore (10), Kikas (8), Nealy (11), Briggs (24), Ndoniema (11), Edmir Luca (3), Francisco Sousa (3), Ambrósio (2), Islando (0), Gildo Santos (0) e Mutu Fonseca (0).
Mazembe: Tolembo (19), Kasongo (3), Samuna (11), Katumbayi (4), Mulamba (4), Dibessa (6), Mualaba (5), Tshimbanga (4), Lusuna (0), Sheba (0) e Ngongo (9).

AFRICANO DE CLUBES : Malabo King penalizado por ilegibilidade de atletas

Tunis, (Do enviado especial) - A organização da 29ª edição da Liga Africana dos Clubes Campeões em basquetebol retirou os pontos conquistados pela equipa equato-guinense Malabo King, pela utilização de dois jogadores ilegíveis, soube-se em Tunis.

Trata-se de Nsue Milam Santiago e Obiang Ondo Nchama, cuja participação na vitória sobre o Recreativo do Libolo (79-69), na jornada inaugural, e na derrota diante do Sporting de Alexandria (76-77) na ronda seguinte custa agora ao conjunto, até então visto como sensação, o último posto do grupo A, sem qualquer ponto.
Foram aplicadas faltas de comparência e retirados os três pontos de que dispunha, passando agora o representante angolano (Libolo) a somar seis pontos no topo da classificação da série, onde já figurava com menos um.

ANGOLA : Heja Sport e CDH representam Huíla

Heja Sport e CDH representam Huíla
Fotografia: Jornal dos Desportos
As equipas do Clube Desportivo da Huíla e Heja Sport Clube, em masculino, bem como o Benfica Petróleo do Lubango, em feminino, representam a província da Huíla na 23ª edição dos campeonatos nacionais de basquetebol em sub-14, que a cidade do Lubango organiza a partir de amanhã.

O secretário- geral da Associação Provincial de Basquetebol da Huíla, Diogo Gomes, disse ao Jornal dos Desportos que a falta de documentação impediu a inscrição da segunda equipa feminina e da terceira equipa masculina da província junto da Federação Angolana da modalidade.
Diogo Gomes assegurou “muitos atletas não são naturais da província da Huíla, o que inviabiliza adquirir à tempo útil o Assento de Nascimento, principal documento que permite adquirir o Bilhete de Identidade”.As desistências começam a marcar os campeonatos nacionais em sub-14. A província do Namibe não confirmou a participação e desisteda competição por “falta de atletas desse escalão”.As províncias do Huambo e do Bié têm as participações trémulas. Até ontem,  desconheciam-se  as presenças. A organização da prova está esperançada que venham dignificar o basquetebol e reforçar o grupo previsto.

Diogo Gomes disse que as previsões apontam para a presença massiva das equipas da província de Luanda. A província de Benguela faz-se representar com três equipas, à semelhança da anfitriã. Os números prevêem as participações de seis equipas femininas e oito masculinas.

PÓDIO
O responsável associativo augura que o troféu fique em casa, em função dos investimentos feitos ao longo da preparação. A conquista das duas competições podia ser um prémio motivacional para o basquetebol jovem da Huila.Diogo Gomes reconhece o trabalho feito em Benguela e em Luanda, “dois pólos com maior recursos e investimentos nesses escalões”. Contudo, almeja que as equipas huílanas consigam dignificar o basquetebol

14 dezembro 2014

AFRICANO DE CLUBES : Coleman leva Libolo a superar anfitriões no prolongamento

Tunis - (Do enviado especial) - O extremo-norte americano do Recreativo do Libolo (Angola) Eric Coleman foi preponderante na vitória da sua equipa, na noite de sábado, em Tunis, sobre o Club African da Tunísia, ao anotar 15 pontos e capturar 11 ressaltos, na terceira jornada do grupo A da Liga dos Campeões Africanos em basquetebol, que decorre neste país.

Durante 38 minutos e 10 segundos em campo, o jogador foi dos mais inconformados, entregando-se com certa agressividade e experiência que já lhe é característico e viu seu esforço “premiado” quando a 11 segundos e nove décimos do final empatou a partida a 62 pontos, forçando o primeiro prolongamento do torneio, iniciado a 11 deste mês, após duas jornadas.
Numa altura em que tudo parecia perdido, Coleman recebeu uma assistência de Milton Barros debaixo da cesta e sentenciou o pequeno Sallon de Goulette (pavilhão), no qual um grupo organizado com cerca de 50 adeptos hostilizava a equipa angolana com barulho de batuques, apitos, cânticos e cornetas.
No tempo extra, o norte-americano destacou-se com seis dos 16 pontos da formação do kwanza Sul, contra oito do adversário, que consentiu a segunda derrota na prova a decorrer em sua casa.
O Libolo esteve em desvantagem maior parte do jogo, pois o Club Africano entrou melhor e com quatro triplos seguidos, além de outros, detinha no quarto inicial 16 pontos de avanço (3-19), até que no terceiro período os angolanos conseguiram a maior aproximação no placar (33-35).
A sua recuperação fora já indiciada no segundo quarto, o qual venceu por 18-13, apesar de ter saído para o intervalo em desvantagem de 30-35. Nesta altura foi notório sentido de responsabilidade e capacidade dos comandados do português Norberto Avila, visto terem suportado toda a adversidade oriunda das bancadas, apupos.
Os dois últimos quartos foram os mais equilibrados ao registarem, de forma intercalada (38-39; 43-45; 46-47 e 58-60), numa partida em que apesar da acção de Colman vir ao decima, não se pode deixar de revelar o contributo e quase “papel de um treinador em campo” do seu compatriota Andre Owens. Orientava bastante os colegas no que concerne a posição e desmarcação.
Recentemente contratado para reforçar o plantel, Owens esta noite talvez tenha dado um “aviso” do que poderá vir a ser, com os seus 23 pontos, três ressaltos e uma assistência durante 31 minutos e 23 segundos. Os americanos só foram superados no tempo de jogo por Eduardo Mingas (42:08min, nove pontos, oito ressaltos e três assistências).
O base principal Milton Barros (13p, 1 res, 4 assist em 34:27) e Felipe Abraão, saído do banco de suplentes, com 10 pontos, oito ressaltos e duas assistências durante 35:56 segundos, deram também grande contributo para o triunfo que coloca, à condição, o Recreativo do Libolo no topo do grupo A e dá boas perspectivas quanto ao apuramento, uma vez ser intenção terminar na liderança para evitar cruzamento com equipas mais difíceis.
A equipa angolana volta a jogar somente terça-feira, diante do Sporting de Alexandria, do Egipto. O Club African e Sporting têm quatro pontos cada, mas os sportinguistas estão com um jogo a menos, mesma situação em que se encontra o Malabo King da Guiné Equatorial (3 pontos).
Libolo: Coleman (15), Milton (13), Owens (23), Abraão (10), Mingas (9), Valdelício (5), Luís Costa (3), Pontes (0) e não foram utilizados M. João, E. Félix, B.Quimbamba e E. Silva.
Club African: Zahi (2), Knioua (3), Ghyaza (4), Chennoufi (4), Hedidane (9), Chouaya (5), Haislip (25), Justice (19), Dhifallah, Mejri e Oueslati não jogaram

AFRICANO DE CLUBES : Liga de clubes envolto a falhas

Tunis - (Do enviado especial) - A 29ª edição da Liga Africana dos Clubes Campeões em basquetebol, iniciada dia 11 deste mês, em Tunis, decorre à mistura a falhas nos mais variados capítulos.

A prova direcciona-se a caminhos menos positivos no que ao trabalho da comunicação social diz respeito, pois regista a ausência constante de dados estatísticos no intervalo de cada período de jogo e final das partidas, por alegados problemas técnicos, limitando o normal funcionamento de jornalistas na cobertura da mesma.
Na falta de conferências de imprensa, é comum os intervenientes ao jogo esmerarem tão logo soa o apito final.
A imprensa vê-se também afectada por questões de ordem técnicas, visto não oferecer o único pavilhão em que se realizam os jogos comodidade ao nível das exigências de um evento do género.
Com bancadas apenas nas laterais, a Sala Sportive de la Goulette acolhe cinco partidas ao dia. O recinto tem um pequeno placar electrónico por de trás de uma das tabelas, sem, no entanto, constar do mesmo nomes das equipas, nomes e números dos jogadores e quantidade de faltas por estes cometidas no decurso do encontro, além de as tabelas não terem na parte superior o aparelho para controlo do tempo de jogo, dificuldade esta extensiva aos atletas.

13 dezembro 2014

MOÇAMBIQUE : O MAXAQUENE defronta no final da tarde de hoje a Universidade Pedagógica, num dos embates mais esperados do Campeonato de Basquetebol da Cidade de Maputo. Com início marcado para as 17.00 horas, a contenda coloca frente-a-frente duas equipas que têm vindo a fazer um bom campeonato, daí a expectativa à volta do embate, que terá lugar no campo do Ferroviário. Em femininos a Universidade Pedagógica defronta o Costa do Sol, outra equipa que tem estado muito bem esta temporada. O encontro tem início às 15.30 horas.

O MAXAQUENE defronta no final da tarde de hoje a Universidade Pedagógica, num dos embates mais esperados do Campeonato de Basquetebol da Cidade de Maputo.
Com início marcado para as 17.00 horas, a contenda coloca frente-a-frente duas equipas que têm vindo a fazer um bom campeonato, daí a expectativa à volta do embate, que terá lugar no campo do Ferroviário.
Em femininos a Universidade Pedagógica defronta o Costa do Sol, outra equipa que tem estado muito bem esta temporada. O encontro tem início às 15.30 horas.

ANGOLA : Petro de Luanda vence Interclube

Luanda - A equipa sénior masculina de basquetebol do Petro de Luanda derrotou hoje, no pavilhão 28 de Fevereiro, o Interclube, por 90-71, em partida de antecipação da 9ª jornada do campeonato nacional de basquetebol (Bic basket).

Jogo de Basquetebol entre Petro de Luanda e Interclube
Foto: Angop/arquivo
A antecipação da jornada deve-se às ausências das equipas do Recreativo do Libolo (campeão) e do 1º de Agosto que estão em Tunis, a disputar a Taça dos Clubes Campeões.
Com esta vitória, os tricolores somam 8 pontos, no primeiro lugar, enquanto os “polícias” estão na quarta posição, com 5.

ANGOLA : Interclube e Universidade Lusíada aquecem Pavilhão 28 de Fevereiro



Interclube procura diante da Universidade Lusíada os pontos necessários para fugir da zona baixa da classificação do Bic-Basket
Fotografia: Jornal dos Desportos
O encontro entre o Interclube e a Universidade Lusíada, a partir da 18h00 no pavilhão 28 de Fevereiro é a partida de maior vulto referente à quinta jornada da primeira volta da XXXVII edição do Campeonato Nacional de Basquetebol (na versão Bic Basket), na qual também estão inseridos os aliciantes Comité Desportivo da Marinha de Guerra - Atlético Sport Aviação e Sporting Clube de Benguela - Progresso Associação Sambizanga.

O jogo é entre duas equipas com margem de progressão satisfatória na fase preliminar da maior competição doméstica, não obstante a formação adstrita à Polícia Nacional, orientada pela dupla de técnicos Alberto Babo e Apolinário Paquete, dispor de maiores argumentos no que tange às opções de atletas dotados de traquejo capaz de fazer toda a diferença em termos individuais.O Interclube, que ontem mediu forças com o Atlético Petróleos de Luanda (o resultado não era conhecido até à hora do fecho da presente edição), continua ávido de pontos que lhe permitam sair da zona aflitiva da tabela classificativa, uma vez que em quatro jogos, os polícias venceram dois e tiveram igual número de derrotas, o que lhes confere o quarto lugar, com o total de seis pontos.
Com 367 pontos marcados e 314 sofridos, a equipa às ordens de Alberto Babo tem revelado uma das melhores defesas, em função das derrotas à tangente nas duas jornadas anteriores, em que perdeu por quatro pontos de diferença diante do Futebol Vila Clotilde (80-84) e seis frente ao 1º de Agosto (88-94).
A Universidade Lusíada tem como sua maior divisa a disciplina no jogo colectivo, porquanto cria muitas dificuldades na manobra do adversário ao tirar proveito da eficácia das variantes defensivas, sobretudo na pressão ao homem com bola e zona 2-3, mas a pouca consistência em termos de finalização situa-se entre as grandes vulnerabilidades da formação universitária.
A Lusíada ocupa o oitavo lugar na tabela classificativa, com 4 pontos, tendo obtido apenas uma vitória em três jogos disputados, ou seja, marcaram 210 pontos e consentiram 239. Nas duas jornadas anteriores claudicaram diante do Atlético Petróleos de Luanda (103-70) e foram batidos pelo Futebol Vila Clotilde pelos desfavoráveis 73-86.
O técnico adjunto do Interclube, Apolinário Paquete, é um homem convicto na consumação de louros na presente época, ao dizer que "a equipa está a trabalhar na busca da sua afirmação e que os objectivos a curto prazo passam pela luta pelo título das maiores competições nacionais".

Curtume e ADPP  discutem troféu
As formações do Curtume e das Formiguinhas da ADPP medem forças amanhã, às 10h30, no campo do Puniv do Cazenga, na final da primeira edição do torneio quadrangular de basquetebol masculino, em alusão aos 58 anos do partido MPLA, comemorado no dia 10 deste mês.
A final vai colocar frente-a-frente as equipas que melhor se apresentaram na primeira fase da competição. A formação das Formiguinhas da ADPP venceu a equipa do Angola e Cuba por 56-53, enquanto o Curtume, que no próximo ano pode disputar o Campeonato Provincial de Basquetebol de Luanda, eliminou nas meias-finais o Kilamba Kiaxi por 67-49. 
Com as vitórias nos jogos das meias-finais, Formiguinhas da ADPP e Curtume têm assim o privilégio de discutir o troféu do torneio que vai levar para o recinto do Puniv do Cazenga muitos adeptos sedentos de basquetebol de qualidade.
O dia das actividades abre às 9h00, no mesmo recinto, com o jogo entre as equipas do Angola e Cuba e do Kilamba Kiaxi, para atribuição do terceiro lugar da competição.As condições para a realização da grande final estão todas garantidas, segundo informou ao Jornal dos Desportos um membro da comissão organizadora. Francisco André "Kito" disse ao Jornal dos Desportos que do ponto de vista técnico e administrativo, os organizadores prepararam tudo ao pormenor para que todos aqueles que se deslocarem ao Puniv do Cazenga participem activamente na festa dos 58 anos do partido MPLA.
Pedro Augusto

12 dezembro 2014

MOÇAMBIQUE : CAMPEONATO DE BASQUETEBOL DA CIDADE DE MAPUTO: “Tricolores” e “canarinhos” logo à noite

O “DERBY” entre o Maxaquene e o Costa do Sol constitui o principal atractivo do Campeonato de Basquetebol da Cidade de Maputo, em seniores masculinos.
O embate está marcado para as 19.00 horas no Pavilhão do Maxaquene, sendo aguardado com enorme expectativa pelos amantes da “bola-ao-cesto”, dado que colca duas das melhores equipas da prova.
Ainda esta noite, o Desportivo mede forças com o Ferroviário. O encontro tem início às 20:00 horas no Pavilhão do Desportivo.
A competição prossegue amanhã com o Maxaquene a medir forças com a Universidade Pedagógica, a partir das 17.00 horas, no campo do Ferroviário.
Em femininos, hoje, teremos apenas um desafio. O Desportivo bate-se com a Universidade Pedagógica a partir das 18.30 horas no seu pavilhão.
Amanhã a Universidade Pedagógica defronta o Costa do Sol, que tem vindo a fazer um bom campeonato esta temporada. O encontro tem início às 15.30 horas.

ANGOLA : Libolo perde na abertura da Liga dos Clubes Campeões



Recreativo do Libolo perdeu ontem na estreia da competição continental que decorre na cidade de Tunes
Fotografia: José Soares
O Recreativo do Libolo, campeão nacional, perdeu ontem com o Malabo King da Guiné Equatorial por 69-79 na partida de estreia da Taça dos Clubes Campeões Africanos de basquetebol, que decorre na cidade capital da Tunísia, Tunes. O jogo foi disputado no período da manhã, na antecedência da cerimónia de abertura.

O Recreativo de Libolo está integrado no grupo 'A' ao lado de outras formações como Club African de Tunes (Tunísia); Kano Pillars (Nigéria); Sporting de Alexandria (Egipto) e BCM Mayotte (Ilhas Seychelles).
O aparato técnico preparado por Norberto Alves foi insuficiente para vergar um adversário que representa um país com pouca imagem no basquetebol do continente. A derrota coloca a equipa do Cuanza Sul em situação de intranquilidade. O African de Tunes, a jogar em casa, assume-se como potencial vencedor da série.

O Kano Pillars, da Nigéria, e o Sporting de Alexandria, do Egipto, são tradicionais inquilinos da competição e conhecem a direcção da cesta, mesmo com olhos vendados. A vitória sobre os dois colossos do continente é uma tarefa que vai exigir do técnico Norberto Alves muita humildade.
A não participação na Taça Vitorino Cunha pode começar a cobrar à equipa de Calulo. O 1º de Agosto, Interclube e Petro de Luanda são potenciais candidatos ao título em Angola e praticam basquetebol africano. Para uma equipa que quer conquistar um troféu de uma competição Africana, a preparação deve ser no espaço ou com equipas locais.

O 1º de Agosto é outra equipa angolana que está na competição com o objectivo de manter o troféu. A equipa liderada tecnicamente por Paulo Madeira preparou-se localmente e está integrada no grupo 'B', ao lado de formações como ES Rades da Tunísia; Mark Mentors (Nigéria), US Monastir (Tunísia); ASB Mazembe (RD Congo) e ABC da Costa do Marfim.

A missão dos militares angolanos é mais difícil que a dos libolenses. Os campeões em título vão enfrentar duas equipas anfitriãs, US Monastir (Tunísia) e ES Rades da Tunísia. Perante o público, os dois conjuntos podem agigantar-se e complicar as contas dos angolanos. A missão fica mais difícil quando defrontar o ABC da Costa do Marfim e o ASB Mazembe (RDC), equipas reforçadas com norte-americanos. A equipa costa-marfinense é uma inquilina da competição, à semelhança do 1º de Agosto. Nos confrontos directos, a equipa angolana sempre venceu.

11 dezembro 2014

ANGOLA : 1º de Agosto triunfa na estreia no africano de clubes

O 1º de Agosto derrotou hoje a formação da US Sportive da Tunísia, por 75-62, em jogo da primeira jornada do grupo B da Taça dos Clubes Campeões Africanos, a decorrer em Tunis, na Tunísia.

Equipa do 1º de Agosto
Foto: Henri Celso
Ao intervalo os militares venciam por diferença mínima 32-31. Reggie Moore foi o melhor marcador do encontro, com 18 pontos.
 Resultados parciais: 18-13, 14-18, 24-1619-15
Com esta vitória, a formação do Rio Seco começa bem a luta para a revalidação do título, depois da consagração o ano transacto, em Sousse, também na Tunísia.
Integrantes do grupo B – 1º de Agosto (Angola); ES Rades da Tunísia; Mark Mentors (Nigéria), US Monastir (Tunísia); ASB Mazembe (RD Congo) e ABC da Cote d’Ivoire.

O outro representante angolano perdeu na estreia frente ao Malabo Kings da Guiné Equatorial, por 69-79, para o grupo A.

ANGOLA : Libolo estreia-se com derrota no africano de clubes

Luanda - O Recreativo do Libolo estreou-se hoje com derrota diante do Malabo Kings da Guiné Equatorial, por 69-79, em jogo da primeira jornada do grupo A da Taça dos Clubes Campeões Africanos, a decorrer em Tunis, na Tunísia.

Formação do Recreativo Libolo do Cuanza Sul
Foto: Angop/Arquivo
Ao intervalo o campeão nacional perdia por 36-43. O poste Eduardo Mingas, com 17 pontos, foi a melhor “cestinha” da formação do Cuanza Sul.
 Resultados parciais: 27-16, 16-20, 20-14, 16-19.
Integram o grupo A – Recreativo do Libolo (Angola); Club African de Tunis (Tunísia); Kano Pillars (Nigéria); Sporting de Alexandria (Egipto), Malabo King (Guiné Equatorial) e BCM Mayotte (Ilhas Seychelles).
O outro representante angolano joga neste momento frente à US Monastir da Tunísia, para o grupo B.
Integrantes do grupo B – 1º de Agosto (Angola); ES Rades da Tunísia; Mark Mentors (Nigéria), US Monastir (Tunísia); ASB Mazembe (RD Congo) e ABC da Cote d’Ivoire.

Arranca 29ª edição da Liga de Clubes Africanos

Luanda - A cerimónia oficial da 29ª edição da Taça dos Clubes Campeões Africanos em basquetebol acontece esta tarde, em Tunis (Tunísia), reservando a partida entre o anfitrião Club African e o BC Mayotte das Ilhas Seychelles, numa prova em que Angola se faz presente pelo 1º de Agosto (detentor do título) e Recreativo do Libolo.

Apesar do “show” estar marcado para mais logo, a actividade propriamente desportiva iniciou no final desta manhã com o Recreativo do Libolo a perder diante do Malabo King da Guiné Equatorial, por 69-79, referente ao grupo A.
O sorteio e reunião técnica realizados esta quarta-feira (dia 10) com representante dos 12 clubes participantes agrupou da seguinte forma:
Grupo A – Recreativo do Libolo (Angola); Club African de Tunis (Tunísia); Kano Pillars (Nigéria); Sporting de Alexandria (Egipto), Malabo King (Guiné Equatorial) e BCM Mayotte (Ilhas Seychelles).
Grupo B – 1º de Agosto (Angola); ES Rades da Tunísia; Mark Mentors (Nigéria), US Monastir (Tunísia); ASB Mazembe (RD Congo) e ABC da Cote d’Ivoire.