Africa Basquetebol

31 Julho 2014

CABO VERDE : Bairro vence ABC e fica mais perto do título


Basquetebol: Bairro vence ABC e fica mais perto do título

A equipa do Bairro venceu mais uma vez esta quarta-feira, 30, o ABC por 65 a 54 no jogo 2 da final do Campeonato Regional de Basquetebol Santiago sul. Os canarinhos ficam agora a uma vitória de se sagrarem campeões.

O Bairro conseguiu mais uma vitória frente ao ABC, num jogo muito equilibrado. O ABC perdeu, mas fez uma excelente exibição defensivamente, anulando as investidas do jogo interior do adversário. A equipa esteve tacticamente bem disciplinada, levando vantagem no marcador no fim do primeiro tempo.
O Bairro esteve desorganizado na primeira parte mas o descanso fez bem aos canarinhos, que logo no início do segundo tempo impuseram o seu jogo, e graças às individualidades de Bhraima e Patrick, a equipa conseguiu ganhar vantagem e venceu o jogo.
A próxima partida está marcada para sábado, 02, no Pavilhão Vavá Duarte às 20 horas. Caso o Bairro vença novamente, será campeão de Santiago sul.
Hélio Robalo

ANGOLA : Angola defronta hoje o Brasil



Campeões africanos estão desfalcados de duas das suas principais unidades
Fotografia: M. Machangomgo
A Selecção Nacional masculina de basquetebol em seniores defronta hoje, a partir da meia noite, no Rio de Janeiro, a sua similar do Brasil, partida a contar para a primeira jornada do Torneio Internacional, sem o extremo base Carlos Morais, lesionado e do poste Joaquim Gomes “Kikas,”que representa a Selecção B na Taça Borislav Stankovic.
A prova enquadra-se no âmbito da preparação dos dois conjuntos que projectam a fase final da 17ª edição do Campeonato  do Mundo, competição agendada de 30 de Agosto a 14 de Setembro em Espanha. O Torneio Internacional ficou reduzido a três selecções, designadamente, Brasil, país anfitrião, Angola e Argentina, em virtude da desistência de Porto Rico.
Os pupilos de Paulo Macedo estão praticamente ambientados com o clima do Rio de Janeiro, palco do Torneio Internacional. Com apenas duas semanas de preparação, o Seleccionador Nacional vai aproveitar o torneio do Brasil para começar a reavaliar as potencialidades dos seus jogadores, a pensar na fase final do Campeonato do Mundo de Espanha.
Apesar das “limitações” do grupo que levou para a República Federativa do Brasil, face as ausências de Carlos Morais e “Kikas”, duas unidades que constituem o núcleo duro da Selecção Nacional, Paulo Macedo mostrou-se confiante numa boa prestação da  rapaziada. “Tivemos duas semanas de preparação, em que trabalhamos mais a componente física sem descurar os aspectos técnicos e tácticos.
Infelizmente, não vamos poder contar com Carlos Morais porque está a recuperar de uma lesão, por isso, esperamos que ele se recupere para disputar o Mundial. Olímpio Cipriano também esteve parado devido a problemas pessoais, mas ainda assim, vamos procurar dar o nosso melhor no Torneio Internacional”, prognosticou o Seleccionador Nacional, Paulo Macedo.

Hoje, diante da forte selecção do Brasil, conjunto que a par de Angola, vai marcar presença na fase final do Campeonato  do Mundo de Espanha, o combinado nacional vai procurar contrariar ao máximo o favoritismo dos brasileiros. Entretanto, Tiago Splitter, campeã da NBA, pela formação do San Antonio Spurs, constitui sem sombras de dúvidas a grande atracção da selecção caseira para o desafio desta noite, para além de Leandro Barbosa, Nenê Hilário e Anderson Verejão, dos Phoenix Suns, New York Knicks e dos Cleveland Cavaliers, respectivamente.

O seleccionador brasileiro, Rubén Magnano, vai contar com todos os atletas que actuam no estrangeiro, com principal realce para os que actuam nos Estados Unidos. Marcelino Huertas, atleta que actual na Liga ACB de Espanha também já se juntou ao grupo de trabalhos. Amanhã, a Selecção Nacional encerra a sua participação no Torneio Internacional do Brasil, quando defrontar a forte selecção da Argentina, terceiro colocado do Ranking mundial, com 490 pontos, contra 143 dos angolanos, que ocupam o 15º posto.

Posteriormente, o combinado nacional segue para Espanha, a fim de dar seguimento à sua preparação, deve regressar a Luanda no dia 22 de Agosto para a disputa do Torneio Internacional Arquitecto da Paz, prova a decorrer de 24 a 26 do mesmo mês. Angola figura no Grupo D, com sede em Las Palmas de Gran Canária, ao lado da Coreia do Sul, adversária de estreia no dia 30 de Agosto, Lituânia, Eslovénia, Austrália e México.  

Brasil, Egipto, França, Irão, Sérvia e Espanha fazem parte do Grupo A, ao passo que a Argentina está inserida no Grupo B, juntamente com a Croácia, Grécia, Philipinas, Porto Rico e Senegal. Estados Unidos  lidera o Grupo C, onde estão ainda as selecções da República Dominicana, Finlândia, Nova Zelândia, Turquia e Ucrânia.

As cidades de Bilbao, Gran Canária, Granada e Sevilha vão acolher a fase preliminar do Campeonato do Mundo. Madrid e Barcelona acolhem a segunda fase da competição.

MUNDIAL DO DUBAI
Cadetes encerram ciclo de jogos amigávei

A Selecção Nacional de sub 17 de  basquetebol  encerrou terça-feira última o ciclo de jogos amistosos, que estava a efectuar em Espanha, para a sua participação na fase final do Campeonato do Mundo da categoria, prova a decorrer de 8 a 16 do mês em curso, no Dubai. A informação foi avançada ontem ao Jornal dos Desportos, pelo seleccionador nacional, Manuel da Silva “Gi”.
“Inicialmente, tínhamos a intenção de fechar o ciclo de jogos de controlo amanhã, sexta-feira, mas decidimos parar por aqui, porque entendemos que dez jogos amistosos são mais do que suficientes para preparar convenientemente o nosso grupo”, asseverou o antigo internacional angolano.
Terça-feira última, frente à equipa sénior do Real Colon de Madrid da Liga EBA de Espanha,  a Selecção Nacional perdeu por 58-70, num prélio onde os pupilos de Manuel da Silva conseguiram em algumas etapas de jogo dificultar as acções da formação espanhola.
O Seleccionador Nacional ressaltou uma vez mais o estágio de pré-competitivo de aproximadamente 40 dias. “Creio que foi muito proveitoso o estágio que efectuamos aqui em Espanha, conseguimos realizar bons jogos o que certamente vai motivar o nosso grupo para o Campeonato do Mundo do Dubai, onde pretendemos fazer uma boa figura, apesar de ser a nossa estreia.
Gostava de mais uma vez de dar os meus parabéns à direcção da Federação Angolana de Basquetebol por nos  ter  dado a oportunidade de estagiar em Espanha, um país com tradição a nível da bola ao cesto”, disse. Em partidas já realizadas, os comandados da dupla técnica “Gi” e Miguel Lutonda, conseguiram quatro vitórias e consentiram seis derrotas.

A Selecção Nacional anotou 665 pontos, que representa uma média de 66,5 pontos por cada desafio. O combinado nacional sofreu 638 pontos, em dez partidas,  com uma média de 63,8 pontos por cada encontro. Angola estreia-se no Mundial da categoria, a disputar-se de 8 a 16 de Agosto, no Dubai (Emirados Árabes Unidos), no grupo A, ao lado do detentor do título (Estados Unidos). Os angolanos vão defrontar na primeira fase a Grécia e as Filipinas.

Japão, França, Canadá e Austrália (grupo B), Porto Rico, Emirados Árabes Unidos, Itália e Espanha (C), Argentina, Sérvia, China e Egipto (D) completam o quadro de participantes da prova, que se vai realizar pela primeira vez naquela região da Ásia.
M.C

ANGOLA : Angola e Moçambique na meia-final



Jovens angolanos procuram a segunda vitória na competição depois de baquearem diante do Brasil na primeira jornada da prova
Fotografia: José Cola
A Selecção Nacional de Basquetebol em Sub-16 masculina procura, hoje, a partir das 17h00, no pavilhão anexo número dois da Cidadela Desportiva, a sua segunda vitória no torneio da IX edição dos Jogos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), quando medir forças com a similar de Moçambique, em partida pontuável para a quinta e penúltima jornada.
O combinado nacional às ordens do técnico Joaquim Pinto tem feito uma campanha pouco conseguida. Perdeu na estreia diante da formação do Brasil, foi superior diante da selecção de São Tomé e Príncipe e folgou na terceira jornada. Tanto Angola como Moçambique conseguiram a única vitória diante da  selecção de São Tomé e Príncipe.
Os angolanos venceram os ilhéus por 57-39 e os moçambicanos, por 55-48. Os resultados servem para atribuir favoritismo à equipa nacional. A cada jogo tende a melhorar o desempenho. O "cinco" nacional jogou ontem com Portugal. Os "tugas" foram mais fortes. No jogo de hoje frente ao país irmão do Índico, Angola vê-se obrigada a vencer de modo que na final, marcada para amanhã, possa lutar por um dos três lugares cimeiros.
O Brasil, que folga hoje por imperativo de calendário, continua imparável. Ontem somou a quarta vitória na competição diante de Moçambique, depois de ter estreado com vitória diante da equipa anfitriã, bater Portugal na segunda jornada e cilindrou São Tomé e Príncipe. Face à desistência de Cabo Verde, a final marcada para amanhã, a partir das 10h00, vai ser disputada entre os quatro primeiros classificados da fase regular. O líder joga com o segundo e o terceiro mede forças com o quarto.

O quinto posicionado está impedido de jogar. O torneio tem sido marcado pela presença de pouco público. A realização de jogos nas horas de expedientes pode estar na base da situação. Hoje, a final vai ser brindada com uma presença aceitável de público. O técnico angolano preconiza "terminar o torneio com maior dignidade".

30 Julho 2014

ANGOLA : Angola luta pelo segundo lugar



Combinado nacional ocupa o terceiro lugar do torneio com três pontos contra seis do Brasil primeiro classificado
Fotografia: José Cola
A Selecção Nacional de basquetebol masculina de Sub-16 pode ascender ao segundo lugar, caso vença logo mais, a partir das 17h00, no Pavilhão Anexo número dois da Cidadela, a similar de Portugal, em partida a contar para a quarta jornada do torneio dos IX Jogos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa.
Igualados a três pontos na tabela classificativa da prova, angolanos e portugueses vão lutar esta tarde pelo segundo lugar do torneio, que tem a selecção do Brasil como líder invicto, com seis pontos, fruto de três vitórias. O seleccionador nacional, Joaquim Pinto, aproveitou a folga de ontem e fez algumas correcções, fundamentalmente, no capítulo defensivo.
Um eventual derrota no desafio desta tarde frente ao seleccionado português pode comprometer as aspirações do "cinco" nacional, que  tenciona posicionar-se entre os dois primeiros classificados do torneio da CPLP. Depois da vitória obtida na ronda anterior, frente à modesta selecção de São Tomé e Príncipe, por 57-39, os pupilos de Joaquim Pinto estão dispostos e alcançar hoje a segunda vitória na prova. 
Apesar de reconhecer o "potencial" de Portugal, o seleccionador nacional não esconde o desejo de vergar a selecção tuga. "Estamos preparados para enfrentar   a selecção portuguesa. Estamos conscientes de que vai ser um jogo extremamente difícil mas nós vamos lutar no sentido de conseguirmos conquistar os dois pontos em disputa, asseverou Joaquim Pinto. Na jornada inaugural, o combinado nacional baqueou diante do Brasil, por 41-64, numa partida onde os brasileiros mostraram toda a sua classe, ante a apatia dos angolanos.
A selecção do Brasil ocupa o primeiro lugar do torneio, com seis pontos, fruto de três vitórias, sendo por isso o principal favorito à conquista da medalha de ouro nos IX Jogos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa.
Entretanto, duas horas antes, às 15h00, no Pavilhão Anexo número dois da Cidadela Desportiva, o líder incontestável do torneio, Brasil, mede forças com a selecção de Moçambique, numa partida onde os brasileiros se apresentam como favoritos à conquista dos dois pontos em disputa. A selecção de São Tomé e Príncipe folga por imperativo de calendário. A entrada da quarta jornada, o Brasil lidera a competição, com seis pontos, seguido de Portugal, Angola, Moçambique e São Tomé e Príncipe, todos com três pontos cada.

TERCEIRO DIA
Brasil esmaga São Tomé

A selecção de basquetebol do Brasil derrotou na tarde de segunda-feira, no Pavilhão Anexo da Cidadela, a sua similar de São Tomé e Príncipe, por 102 -29, em partida referente à terceira jornada dos IX Jogos da CPLP que o país acolhe desde a passada sexta-feira. A supremacia dos brasileiros já se fazia sentir ao intervalo quando venciam por 41-12 e a equipa técnica aproveitou para usar todos os jogadores à disposição.
No segundo jogo do dia, Portugal passou por Moçambique, a quem venceu por 78-33, confirmando assim o seu favoritismo inicial. Devido à ausência de Cabo Verde, Angola folgou. A competição registou ontem a sua primeira pausa e retoma hoje com a disputa de mais duas partidas, designadamente, Angola-Portugal e Brasil-Moçambique.

SUB-18
Selecção embarca para Antananarivo

A Selecção Nacional de basquetebol masculina de sub-18 segue viagem hoje para Antananarivo, capital de Madagáscar, onde de 1 a 10 de Agosto próximo vai disputar a fase final do Campeonato Africano das Nações da categoria. Sob comando do técnico Carlos Dinis, timoneiro principal do Atlético Sport Aviação (ASA), o "cinco" nacional realizou ontem no Pavilhão Anexo número dois da Cidadela Desportiva a sessão derradeira, antes da viagem para o palco da competição. Apesar do pouco tempo de trabalho (uma semana e meia), o seleccionador nacional tem como objectivo lutar para os três primeiros lugares do Afrobasket de Madagáscar, prova selectiva ao Campeonato do Mundo de 2015.

ANGOLA COMPETE NO RIO DE JANEIRO
A Selecção Nacional de basquetebol em seniores masculinos está já no Rio de Janeiro, Brasil, onde a partir de amanhã começa a competir no Torneio Internacional, prova enquadrada no âmbito da sua preparação visando a fase final da Copa do Mundo de Espanha, de 30 de Agosto a 14 de Setembro do ano em curso. Sem Carlos Morais, lesionado, e Joaquim Gomes "Kikas" que está ao serviço da Selecção B na China, o combinado nacional deixou ontem a capital do país.
Os comandados de Paulo Macedo defrontam amanhã, à meia noite, a selecção anfitriã (Brasil) que projecta igualmente a fase final da Copa do Mundo, encerrando a sua participação no dia 1 de Agosto, quando defrontar a forte selecção da Argentina, terceiro classificado do Ranking da Federal Internacional de Basquetebol Associado (FIBA), com 490 pontos.
A Selecção Nacional que vai estar pela sétima vez numa fase final de uma Copa do Mundo ocupa actualmente o 15 no Ranking, com 143 pontos. Na Copa do Mundo de Espanha, Angola figura no Grupo D, ao lado da Austrália, México, Lituânia, Eslovénia e Coreia do Sul.
M.C

27 Julho 2014

ANGOLA : Angola averba derrota na estreia



Pupilos de João Pinto não tiveram argumentos ontem no Pavilhão Principal para travar a marcha triunfal dos brasileiros que mostraram toda a classe ante apatia dos angolanos
Fotografia: José Cola
A Selecção Nacional de basquetebol, Sub-16 masculina, começou mal a IX edição dos Jogos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), ao perder ontem de manhã, no Pavilhão Anexo II da Cidadela Desportiva, por 41-64, diante da sua similar do Brasil, em partida referente à jornada inaugural da competição, que o país acolhe desde ontem até dia 3 de Agosto.

Uma partida em que a formação brasileira, vencedora da última edição, realizada em Portugal, evidenciou a superioridade dos seus argumentos tácticos e a postura física desde o período inicial. Mas o combinado nacional soube dignificar o nível de basquetebol praticado no país, com um desempenho, que evitou a maior margem de pontuação a favor dos sul-americanos.
O primeiro quarto foi o mais equilibrado, quando a equipa nacional, às ordens do técnico Joaquim Pinto, pautava por um sistema defensivo eficaz, muito por conta da frescura física no seio do plantel, perante alguma apatia no ataque do adversário, tendo o Brasil conseguido  superiorizar-se  por apenas dois pontos(12-10).
Os brasileiros, orientados pelo técnico Márcio Isidro, entraram com melhor discernimento para o segundo período, marcado por um ataque demolidor e uma defesa que permitia pouca ousadia por parte dos anfitriões, razão pela qual registou-se uma brusca ascendência em termos de finalização a favor dos campeões, que converteram 27 pontos contra apenas seis dos angolanos no tempo que o marcador registou 29-16.
Após o intervalo, a Selecção Nacional parecia conformada com a impossibilidade de virar o resultado a seu favor, já que o adversário continuava a pautar pela eficácia no seu esquema defensivo excelente poder de finalização, porém Joaquim Pinto soube gerir as suas unidades, para conter grande parte das investidas do adversário nos dois últimos quartos em que os brasileiros  superiorizaram-se por 40-27 e 64-41.
O estremo poste brasileiro, Lucas Almeida, foi o cestinha da partida, com 28 pontos. A equipa de arbitragem, constituída pelo moçambicano, Artur Bandeira e pelo português Pedro Maia, auxiliada pelo comissário angolano, Soares de Campo prestou um excelente serviço. 
Na outra partida, a selecção de Moçambique venceu com alguma dificuldade, a congénere de São Tomé e Príncipe por 55-48, ao passo que o jogo entre Portugal e Cabo Verde não foi realizado devido a chegada tardia da equipa do arquipélago.

SEGUNDA JORNADA
Angolanos procuram primeira vitória

A Selecção Nacional de basquetebol, masculina de Sub-16, procura obter hoje a sua primeira vitória no torneio de basquetebol da IX edição do Jogos da CPLP, quando defrontar a partir das 10h30, no Pavilhão Anexo II da Cidadela, a similar de São Tomé e Príncipe, em desafio pontuável para a segunda jornada da competição.
O técnico da Selecção Nacional, Joaquim Pinto, mantém os níveis de confiança dos seus pupilos e antevê um resultado a seu favor, diante da acessível equipa orientada por Kweku de Ceita, que também vem de uma derrota frente a Moçambique, mas advoga a necessidade do espírito de equipa com que se bateram diante do Brasil, apesar da derrota por 64-41.
O confronto entre as selecções do Brasil e Portugal, marcado para às 8h30, no Pavilhão Anexo II da Cidadela Desportiva, é a partida de cartaz da referida jornada, em função dos níveis equiparados, muito embora o Brasil parta como favorito para o confronto entre sul-americanos e europeus.
Os brasileiros, detentores do título, foram bem sucedidos na ronda inaugural, disputada ontem, em que venceram a selecção anfitriã (Angola) por 23 pontos de diferença (64-41), de modo que estão galvanizados para o prélio desta manhã frente aos portugueses, que ontem ficaram impedidos de se estrear na competição em virtude da ausência de Cabo Verde.
Bem avisados da excelente abordagem táctica do Brasil, os portugueses entram para o jogo dispostos a anular as movimentações das unidades mais influentes do adversário, cujo destaque recai para Lucas Almeida, Aquiles Ferreira e Filipe Ruivo, cuja preponderância no ataque se revelou fundamental para a vitória folgada diante do combinado nacional.O técnico brasileiro, Márcio Isidro, reconheceu o valor de Angola ao dizer que “é uma selecção com um futuro promissor”, uma vez que vencemos, mas “encontramos significativas dificuldades”, daí, que sublinha o seu respeito pelos demais adversários, sendo Portugal "uma equipa que vai exigir muita cautela da nossa parte”.
H.J

FICHA TÉCNICA
Pavilhão Anexo II da Cidadela

Assistência: Pouco público
Arbitragem: Artur Bandeira (Moçambique) e Pedro Maia (Portugal)
Comissário: Soares de Campo
Angola: Childe Dundão (7), Cristiano Gomes (6), Joaquim Vunge (0), Pedro Luvumbo (0), Dideltino Américo (2), Márcio António (6), Geraldo Santos (9), Rifen Miguel (0), Glofate Buiamba (0), Jonatão Mujundo (4), Tárcio Domingos (7).
Treinador: Joaquim Pinto

Brasil: Filipe Ruivo (11), Caio Rosa (7), Natan Morais (4), Aquiles Ferreira (14), Gabriel Madeiros (0), Lucas Almeida (18), Giovani Scapucin (2), João Mamedes (2), Moisés Ferreira (6), Leonardo Monteiro (0).
Técnico: Márcio Isidro
Marcha do marcador: 12-10, 29-16, 40-27, 64-41

26 Julho 2014

MOÇAMBIQUE : Noroeste I - Dâmaso aquecem “Basket Show”

O EMBATE entre a Escola Secundária Noroeste I e a sua congénere de São Dâmaso é o mais importante da segunda jornada do torneio interescolar de basquetebol, vulgo “Basket Show”, que se disputa esta tarde no Pavilhão do Maxaquene.
Marcado para as 15:45 horas, o desafio é de extrema importância para a Noroeste I que procura entrar de melhor maneira para encarrar da melhor forma o resto da prova. Horas antes, a Polana mede forças com o Colégio Midas, equipa que, à semelhança de São Dâmaso, é estreante nesta competição que via na oitava edição.
Em femininos, apenas um embate será disputado hoje com a Josina Machel a defrontar a Noroeste II.

25 Julho 2014

CABO VERDE : Santo Antão : PORTO NOVO BASKET TRICAMPEÃO SUB 18

A equipa sub-18 do Porto Novo Basket é tricampeão regional de Santo Antão, nessa categoria. Os nossos miúdos voltaram, esta temporada, a conquistar o campeonato, que teve um play off muito disputado entre Porto Novo Basket e o Rosaremse.
Porto Novo Basket, que ficou em primeiro lugar na fase regular, venceu os dois jogos em casa e ganhou o título, sob o comando técnico Nielvis.
Uma palavra de apreço para os miúdos do Rosariense que deram muito luta. Trata-se de uma grande equipa de basquetebol, que vai dar, certamente, cartas no basquetebol santantonense.   

CABO VERDE : ACADÉMICA DO MINDELO CAMPEÃ DE SÃO VICENTE

A Académica do Mindelo conquistou o título de campeão de São Vicente de basquetebol sénior masculino pela quarta vez consecutiva.O adversário foi o Mindel Vets que saiu do 5º jogo do play-off vergado a uma derrota de 65-47 no dia em que o polivalente Município de Oeiras terá registado a maior enchente de sempre, num jogo a contar para uma prova regional, segundo a organização.As duas equipas, com efeito, chegaram ao jogo decisivo, o quinto, após empate a dois nos quatro jogos anteriores.
Publicado por

ANGOLA : Selecção B está de malas aviadas



Selecção Nacional volta a treinar hoje no pavilhão anexo da Cidadela Desportiva depois de cumprir o programa de preparação física sob o olhar atento dos fisioterapeutas
Fotografia: Nuno Flash
A Selecção Nacional de basquetebol sénior masculina B deixa segunda-feira próxima o país com destino à República Popular da China, palco da disputa da Taça Borislav Stankovic, a decorrer de 30 do corrente a 10 de Agosto.
Os membros  da equipa às ordens de Emanuel Trovoada "Mané" aproveitam o período da manhã de hoje para tratar de questões administrativas junto dos Serviços de apoio da Federação Angolana de Basquetebol (FAB). A celeridade dos órgãos administrativos da FAB, que cuidam dos trâmites migratórios, deixam reconfortado o seleccionador nacional. Mané quer uma margem de tempo para que o conjunto nacional possa adaptar-se ao clima chinês.
Outro aspecto que agrada a Emanuel Trovoada "Mané" é a rigorosa preparação física submetida aos atletas.
"Estou satisfeito com os resultados obtidos ao longo da preparação física, porque os atletas podem agora trabalhar os aspectos tácticos na sua melhor forma", disse.
Para dar azo à preparação, o plantel é submetido a uma sessão de treinos com predominância para os aspectos tácticos no final da tarde de hoje, no pavilhão anexo da Cidadela Desportiva. A sessão é acompanhada pelos fisioterapeutas que procuram identificar qualquer situação ligada à carga física.O fisioterapeuta do conjunto nacional, André Gonçalves, fez uma avaliação positiva sobre a recuperação física dos atletas. O especialista vaticinou melhorias significativas nos próximos sete dias, de modo que os atletas atinjam a plenitude no limiar da competição. De momento, os jogadores ressentem-se das cargas físicas a que foram submetidos durante a primeira fase de preparação.
Com a excepção do atleta Paulo Barros, que recupera de uma distensão muscular na coxa direita, "a equipa encontra-se de saúde".
A disciplina dos atletas é um sinal de motivação reinante no plantel, segundo Emanuel Trovoada. "É um pressuposto para que a Selecção Nacional alcance o melhor resultado possível na competição e se mantenha na senda da dignidade e do prestígio alcançado nas edições anteriores.".

24 Julho 2014

CABO VERDE : Bairro e ABC na final do campeonato


Basquetebol: Bairro e ABC na final do campeonato

As equipas do Bairro e ABC garantiram presença na final do campeonato regional Santiago Sul ao venceram os adversários no segundo jogo dos play-off. O ABC venceu o Prédio por 70 a 65, enquanto que o Bairro derrotou o Seven Stars por 75 a 65.

O Bairro mostrou superioridade na partida, dominou o jogo e garantiu uma vitória tranquila. A formação do Seven Stars à semelhança do que aconteceu na fase regular ficou muito aquém do esperado. Desorganização e falta de eficácia contribuíram para a má exibição da equipa.
O ABC parecia que tinha o jogo controlado, mas levou um pequeno susto quando no terceiro período viu o Prédio ganhar vantagem. Foi então que apareceu Fidel, experiente jogador do ABC, com uma sequência de 10 pontos, deitaram as esperanças do Prédio.
A final do campeonato será disputado num conjunto de cinco jogos. O que vencer mais jogos ganha.
Hélio Robalo

23 Julho 2014

MOÇAMBIQUE : Selecção feminina estagia no Japão

A SELECÇÃO Nacional Sénior Feminina de Basquetebol partiu ontem para o Japão, onde vai efectuar um estágio pré-competitivo durante pouco mais de duas semanas tendo em vista a sua preparação para o Mundial da modalidade, a decorrer de 27 de Setembro a 5 de Outubro na Turquia.
Para este estágio, Nasir Salé levou 14 atletas, nomeadamente Deolinda Ngulela, Anabela Cossa, Odélia Mafanela, Cátia Halar, Valerdina Mahonga, Filomena Micato, Rute Muianga, Deolinda Gimo, Leia Dongue, Ana Flávia Azinheira, Ilda Chambe, Isabel Mavamba, Eliana Ventura e Regina Mahoche. É com este grupo que a Selecção Nacional inicia em terras nipónicas o segundo estágio preparatório, depois de ter cumprido a primeira etapa com treinos de conjunto no Pavilhão do Maxaquene, no Torneio Internacional e visitas às provinciais de Inhambane, Zambézia e Tete.  
A partir de amanhã, quando o avião aterrar no chamado país do sol nascente, a preparação passa a ser mais séria, intensa e mais competitiva, pois espera-se testes duros com Japão e Austrália, duas selecções que estarão no Mundial.
O regresso da equipa nacional ao país está previsto para 15 de Agosto. Depois seguem-se estágios na República Checa e na Espanha.  
Moçambique está integrado no Grupo “B”, juntamente com a Turquia, França e Canadá.