Africa Basquetebol

03 março 2015

ANGOLA : Vila Clotilde ''A'' e Petro lideram torneio ''Mário Octávio''

Luanda - As formações da Vila Clotilde (A), em sub-10 e do Petro de Luanda lideram o torneio de basquetebol de sub 10 e 12, denominada ?Mário Octávio?, após triunfos na jornada inaugural disputada no passado fim-de-semana.

Para a classe de sub-10, O Vila Clotilde A derrotou a sua a equipa B do mesmo Clube, por 28-15, enquanto o Petro de Luanda em Sub-12 venceu o 1º de Agosto (40-13).
Nas outras partidas (sub 10), o 1º de Agosto bateu o  Petro de Luanda, por 10-8, ao passo que a Total superou a Banca (sub12), por 39-7.
A competição prossegue próximo sábado com as seguintes partidas da segunda jornada.
A Vila Clotilde A defronta o 1º de Agosto e a Vila Clotilde B joga com Petro de Luanda para a classe dos sub 10.
Na classe de sub-12, jogam Banca - Vila Clotilde B, Vila Clotilde B - 1º de Agosto e Petro – Banca.
A segunda edição da prova em alusão 62º aniversario do Vila Clotilde, a assinalar-se a 25 de Março, homenageia o antigo base do clube, Mário Octávio.

02 março 2015

Moçambique no Afrobasket-2015

 A SELECÇÃO Nacional Sénior Masculina de Basquetebol qualificou-se para o Afrobasket-Tunísia 2015, ao vencer o Botswana por 69-68 em jogo da segunda “mão” das eliminatórias para a referida competição. Ao intervalo a equipa moçambicana vencia por 38-34.
Os treinados de Horácio Martins confirmaram a superioridade diante dos tswanas depois de na primeira “mão”, em Maputo, terem ganho por 61-40, uma vantagem de 21 pontos que logo à partida lhes conferia uma suprema tranquilidade.
Será a décima terceira vez que o combinando nacional marcará presença na maior prova continental da bola-ao-cesto.
Moçambique já esteve presente nos “Africanos” Somália-1981 (10.°); Egipto-1983 (5.°, melhor classificação), Costa do Marfim-1985 (9.°), Angola-1999 (10.°), Marrocos-2001 (10.°), Egipto-2003 (10.°), Argélia-2005 (11.°), Angola-2007 (14.°), Libia-2009 (14.°), Madagáscar-2011 (10.°) e Costa do Marfim-2013 (11.°).
Portanto, esta é a nona vez consecutiva que a turma moçambicana se apura para o Afrobasket, embora, - conforme foi citado anteriormente - as prestações não tenham sido de honrar as cores nacionais. O melhor que os moçambicanos conseguiram foi um honroso quinto lugar em 1983 no Egipto.

ANGOLA : Militares regressam ao país após estágio



Os verde e brancos da cidade das Acácias Rubras ocupam actualmente o sexto lugar da prova, com 23 pontos, mas com menos duas partidas.
Fotografia: Jornal dos Desportos
A equipa sénior masculina de basquetebol do 1.º de Agosto regressou ontem à capital do país, depois de cumprir um curto estágio de cerca de duas semanas em Cabo Verde, visando a fase de grupos da 37.ª edição do Campeonato Nacional da modalidade, BIC Basket.

Naquele arquipélago, os vice-campeões nacionais aproveitaram a pausa do Campeonato Nacional, devido ao compromisso da Selecção Nacional que disputou recentemente o torneio de apuramento aos Jogos Africanos do Congo Brazzaville, em Bulawayo, Zimbabwe, e efectuaram alguns jogos de controlo, com destaque para o confronto com a selecção de Cabo Verde, que a par de Angola, tem já assegurada a presença no Campeonato Africano das Nações, prova a decorrer de 10 a 30 de Agosto de 2015, na Tunísia.
A dupla técnica Paulo Macedo e Walter Costa aproveitou o curto estágio para manter a forma competitiva dos seus pupilos que estão apostados em desalojar o Recreativo do Libolo do título nacional. Armando Costa, Felizardo Ambrósio "Miller", Edson Ndoniema e Reggie Moore não seguiram viagem com a equipa, em virtude de terem estado ao serviço da Selecção Nacional que de 21 a 28 de Fevereiro disputou o apuramento aos Jogos Africanos.
Já o base Hermenegildo Santos "Gildo", não seguiu com a equipa rubro e negra para Cabo Verde, em virtude de ter sido submetido a tratamento, face a lesão que contraiu. Vencedor da fase regular da 37.ª edição do BIC Basket, com 35 pontos, a formação do 1.º de Agosto vai medir forças na primeira jornada da fase de grupos com o Sporting de Benguela, equipa-sensação do primeiro turno da competição. Os verde e brancos da cidade das Acácias Rubras ocupam actualmente o sexto lugar da prova, com 23 pontos, mas com menos duas partidas. 
M.C

ANGOLA : FAB inscreve clubes e atletas



Direcção da federação alerta aos clubes e associações para cumprirem com os prazos estabelecidos para a inscrições
Fotografia: M. Machangongo
A direcção da Federação Angolana de Basquetebol (FAB) abriu já o período de inscrições para clubes e atletas que este ano vão disputar o apuramento à primeira divisão do Campeonato Nacional da modalidade, agora designado BIC Basket, referente à época desportiva 2015-2016. O período de inscrições começou no dia 1 do mês em curso e encerra a 31 de Maio, data em que termina o BIC Basket.
O Campeonato da Segunda Divisão vai decorrer de 1 a 11 de Julho do ano em curso, em local a indicar pela direcção da FAB, após receber as propostas das associações provinciais que mostrarem interesse em albergar a  competição. As inscrições para os escalões de sub-14, sub-16 e sub-18 referentes à época desportiva 2015, em ambas as classes, começaram a 15 de Fevereiro último e terminam a 31 de Agosto.
Para a inscrição de atletas são necessários os seguintes documentos: Bilhete de identidade acompanhado de fotocópia, cópia do assento de nascimento, cédula pessoal acompanhada de fotocópia, passaporte acompanhado de fotocópia para os jogadores estrangeiros, atestado médico comprovativo de aptidão para a prática desportiva, documento comprovativo da situação militar regularizada para os atletas abrangidos pela lei e quatro fotografias tipo passe.
Em caso de atletas menores de 18 anos, o pedido de inscrição deve  ser assinado pelo encarregado de educação. Cada clube pode inscrever dois atletas estrangeiros. O segundo período de inscrições para atletas que militam no Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, BIC Basket, encerrou a 28 de Fevereiro último.

01 março 2015

ANGOLA : Sporting de Benguela sensação da fase regular



Sporting de Benguela sensação da fase regular
Fotografia: Jornal dos Desportos
Com algumas partidas por  disputar para o fim da segunda volta da fase regular da 37.ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol, BIC Basket, a formação do Sporting de Benguela ostenta já o estatuto de equipa revelação, ao englobar o lote das seis equipas que vai lutar pelo título da  competição.
Contra todas as expectativas, os verde e brancos da província das Acácias Rubras ocupam a sexta posição na tabela classificativa do BIC Basket, com 23 pontos, deixado para trás equipas "tradicionais" como o Futebol Clube Vila Clotilde e a Universidade Lusíada, oitavo e nono classificados, com 22 e 21 pontos respectivamente.
A formação do Sporting de Benguela perdeu no início da época o seu treinador principal, Emanuel Trovoada, que se transferiu para o Recreativo do Libolo, e tem estado a realizar uma prova acima da média.
Aliás, o sexto lugar que ocupa  na classificação do "Nacional" demonstra    o trabalho desenvolvido quer pela equipa técnica, quer pela direcção da agremiação. Entretanto, ainda que percam as duas últimas partidas com a formação do Recreativo do Libolo, actual campeão nacional e africano, o Sporting de Benguela tem já assegurado o sexto lugar, estando no lote das equipas que a partir do dia 20 do mês em curso começa a lutar pelo título da edição 37 do BIC Basket.

O calendário da fase de grupos sai a 14 do mês em curso.
A equipa do 1.º de Agosto cumpre um estágio pré-competitivo em Cabo Verde e foi a vencedora da fase regular, com 35 pontos, menos dois que o Atlético Petróleos de Luanda, 33, na segunda posição. A equipa militar entra para a fase de grupos com um ponto de bonificação.
O Grupo Desportivo Interclube e o Atlético Sport Aviação (ASA) ocupam as posições imediatas, com 29 e 27 pontos respectivamente.
O Recreativo do Libolo ocupa  o quinto lugar, com 25 pontos, e pode alcançar o terceiro posto  do "Nacional", caso vença as três partidas em atraso

28 fevereiro 2015

APURAMENTO PARA AFROBASKET E JOGOS AFRICANOS-2015: Moçambique joga hoje em Gaberone



A SELECÇÃO Nacional de basquetebol sénior masculina joga esta noite (20:00 horas) com o Botswana, em desafio da segunda “mão” de acesso ao Afrobasket e Jogos Africanos, provas a realizarem-se na Tunísia e no Congo-Brazaville em Agosto e Setembro próximos, respectivamente.
A equipa moçambicana seguiu para esta viagem bastante confiante, já que leva consigo uma vantagem de 21 pontos (61-40), que lhe dá alguma tranquilidade este compromisso em Gaberone.
Este encontro é aguardado com enorme expectativa, visto que Moçambique está na iminência de carimbar o passaporte para a maior competição africana a nível de selecções. Caso confirme a qualificação, será a 13ª participação em provas do género e a sua nona presença consecutiva.
O seleccionador nacional, Horácio Martins, conta com os mesmos jogadores da primeira “mão”. São eles Hugo Martins, Ermelindo Novela, Orlando Novela, Edson Monjane, Stélio Nuaila, Yuri Chambal, Egídio Zandamela, Helton Ubisse e Aurélio Chizane.

27 fevereiro 2015

ANGOLA : Angola vence e termina em pleno torneio de apuramento aos jogos africanos

Bulawayo, Zimbabwe - A selecção nacional sénior masculina de basquetebol masculina derrotou hoje a similar do Zimbabwe, por 98-50, terminando em pleno o torneio de apuramento aos jogos africanos, a decorrer em Setembro no Congo Brazzaville.

Jogo de Basquetebol
Foto: Antonio Escrivao
Passeando a sua inegável classe pela cidade zimbabweana de Bulawayo, o combinado nacional conseguiu um apuramento facilitado pela imposição categórica do seu favoritismo através do somatório feito de vitórias em todos os jogos disputados.

Depois de ter já vencido este mesmo adversário na primeira jornada, por 100-49, na partida de hoje, que marcou a sua despedida de Bulawayo, a selecção nacional não sentiu a mínima dificuldade para derrotar a fraca oposição da formação anfitriã, dominando totalmente em cada um dos quatro períodos de jogo.
No primeiro período já vencia por 23-12 e chegou ao intervalo com uma vantagem de 41-18, para no terceiro período atingir os 64-32 e terminar por 98-50.
Reggie Moore, com uma pequena lesão num dos pés, ficou de fora das contas para este jogo, o que obrigou a uma utilização mais prolongada de Felizardo Ambrósio, seu colega no 1º. de Agosto, e que, como se esperava, respondeu com vigor e classe ao apelo do técnico Emanuel Trovoada.
Valdelício Joaquim (Libolo), Miguel Kiala (Inter) e Roberto Fortes (Petro) estiveram também fartos períodos de jogo em actividade e demonstraram poder contar com eles quando os opositores exigirem da selecção nacional um tipo de obrigação bem mais acentuada.
Como rescaldo final e facilitado pelos triunfos esmagadores averbados em cada uma das partidas disputadas, bem se poderá dizer que o apuramento da selecção nacional foi “carimbado” com inegável brilhantismo, confirmando-se desse modo todo o potencial da equipa nacional.
Jovens como Carlos Cabral (ASA), Valdelício Joaquim (Libolo), Roberto Fortes, Pedro Bastos (Petro) e Miguel Kiala (Inter) estão totalmente entrosados com os mais experientes Edson Ndoniema, Armando Costa, Reggie Moore, Felizardo Ambrósio (1º de Agosto), Leonel Paulo (Inter) e Eduardo Mingas (Libolo).
É desse conjunto, com o somatório de jogos que vai realizando e através dos quais ficará cada vez mais coeso, que estão depositadas as esperanças de Angola para um novo triunfo nos jogos africano de Brazzaville.
Com profissionalismo digno de registo, o jovem técnico Emanuel Trovoada, que aqui teve como adjunto Manuel Silva, esteve também ele à altura das responsabilidades que o país nele depositou.
Tudo, claro, sob a atenta supervisão do professor Nuno Teixeira, que com toda a sua experiência vivida ao longo de muitos anos de basquetebol é um dirigente à altura da excelência dos basquetebolistas que Angola tem.
Resultados de Angola
Angola-Zimbabwe, 100-49
Angola-Zimbabwe, 98-50
Angola-Ilhas Seycheles, 117-55
Angola-Ilhas Seycheles, 103-4
Angola-África do Sul, 121-65
Angola-África do Sul, 87-70

26 fevereiro 2015

MOÇAMBIQUE : APURAMENTO PARA AFROBASKET E JOGOS AFRICANOS-2015: Selecção nacional ruma ao Bostwana



A SELECÇÃO Nacional de basquetebol sénior masculina parte hoje para o Botswana, onde sábado à noite (20.00 horas) defrontará a selecção local em desafio da segunda “mão” de acesso ao Afrobasket e Jogos Africanos, provas a realizarem-se na Tunísia e no Congo-Brazaville em Agosto e Setembro próximos, respectivamente.
Em solo tswana o combinado nacional deve realizar dois treinos, um esta noite e outro amanhã como forma de se adaptar ao piso do recinto que irá acolher o encontro.
A equipa moçambicana segue confiante para este embate, já que trás de Maputo uma vantagem de 21 pontos (61-40), que lhe dá alguma tranquilidade para o segundo compromisso em Gaberone.
Este encontro é aguardado com enorme expectativa, visto que Moçambique está na iminência de carimbar o passaporte para a maior competição africana a nível de selecções. Caso confirme a qualificação, será a 13.ª participação em provas do género e a sua nona presença consecutiva.
O seleccionador nacional, Horácio Martins, conta com os mesmos jogadores da primeira “mão”. São eles Hugo Martins, Ermelindo Novela, Orlando Novela, Edson Monjane, Stélio Nuaila, Yuri Chambal, Egídio Zandamela, Helton Ubisse e Aurélio Chizane.

CABO VERDE : Associação Desportiva do Bairro promove torneio de basquetebol em homenagem a Marito Shap

A Associação Desportiva do Bairro (ADESBA), em conjunto com o Clube Juvenil Seven Star, o ABC e o 1º de Agosto, realizam nos dias 26, 27 e 28, o torneio de basquetebol para homenagear o ex-internacional cabo-verdiano Mário Correia, conhecido no mundo do desporto como Marito Shap.

Além da homenagem o torneio visa também dar as boas vindas ao clube angolano 1º de Agosto que se encontra em Cabo Verde para estágio de dez dias.
Quanto à competição, o regulamento estipula um sistema de todos contra todos. Os jogos acontecem no Pavilhão Vavá Duarte.
DiaHoraEquipas
2619:00ABC x Bairro
2620:30Seven Star x 1º de Agosto
2719:00Bairro x Seven Star
2720:301º de Agosto x ABC
2819:00Seven Star x ABC
2820:30Bairro x 1º de Agosto

ANGOLA : Angola defronta Seychelles no zonal


A Selecção Nacional de basquetebol em seniores masculinos defronta no final da tarde de hoje as Seychelles, em partida referente à segunda jornada da segunda volta do torneio de apuramento aos Jogos Africanos do Congo Brazzaville, competição que decorre em Bulawayo, Zimbabwe, e termina a 28 do mês em curso.

Depois de ter vencido as Seychelles por expressivos 117-55, na segunda jornada da primeira volta do torneio, que apura apenas o primeiro classificado para os Jogos Africanos do Congo Brazzaville, prova marcada para o mês de Setembro do ano em curso, o combinado nacional, sob orientação da dupla técnica Emanuel Trovoada e Manuel da Silva "Gi", vai em busca da sua quinta vitória consecutiva no certame.

Inserido no Grupo I, ao lado das congéneres do Zimbabwe, país anfitrião, África do Sul e Seychelles, a Selecção Nacional, que a partir do dia 31 de Maio próximo começa a ser dirigida pelo técnico espanhol Ramón López Suárez "Moncho López", tem passeado toda a sua classe na prova, a julgar pelo nível dos seus adversários,   de longe inferior ao dos  hendecacampeões africanos.
Hoje, frente às Seychelles, o "cinco" nacional vai procurar alcançar mais uma chapa 100, a fim de manter o ciclo de triunfos na competição.
Reconhecendo as qualidades técnicas dos integrantes da Selecção Nacional, o técnico das Seychelles vai procurar montar uma equipa que seja capaz de dificultar ao máximo as acções ofensivas dos angolanos.
O base Armando Costa e o poste Eduardo Mingas têm sido as unidades em grande destaque no "cinco" nacional, sem desprimor para os demais integrantes do grupo, com particular realce para os estreantes Carlos Cabral, Pedro Bastos e Afonso Rodrigues. A Selecção Nacional lidera o torneio de apuramento aos Jogos Africanos, com oito pontos, mercê de quatro vitórias em igual número de jogos.
Ontem, o combinado nacional que amanhã, sexta-feira, volta a medir forças com o Zimbabwe, país anfitrião, voltou a derrotar a África do Sul, em partida referente à primeira jornada da segunda volta do torneio de apuramento aos Jogos do Congo Brazzaville.Apesar da ausência de Carlos Morais, Olímpio Cipriano, Milton Barros, Hermenegildo Santos, Yanick Moreira e Joaquim Gomes "Kikas", atletas que fazem parte do núcleo duro, a Selecção Nacional continua a evidenciar classe, quer em termos ofensivos quer defensivos.
Entretanto, o combinado nacional tem este ano a missão de conseguir o passe de apuramento aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, quando disputar de 19 a 30 de Agosto do ano em curso, na Tunísia, a fase final do Campeonato Africanos das Nações, Afrobasket.

25 fevereiro 2015

ANGOLA : Panafricanos: Campeões africanos alcançam terceira vitória

A selecção nacional de basquetebol venceu hoje, em Bulawayo (Zimbabwe), a sua congénere da África do Sul por 121-65, em partida da terceira jornada do zonal de apuramento aos Jogos Panafricanos de 2015.

Arquivo
Foto: Cortesia da FIBA
Com esta vitória, Angola alcança terceira vitória, depois de derrotar, na estreia o Zimbabwe por 100-47 e na ronda seguinte a Ilha Seychelles por 117-55.
Quarta-feira os campeões africanos voltam a defrontar a África do Sul, na primeira ronda da segunda volta.

ANGOLA : Selecção mostra coesão defensiva



Pupilos de Emanuel Trovoada continuam em alta no torneio de Bulawayo competição que encerra este sábado
Fotografia: José Soares
A Selecção Nacional de basquetebol em seniores masculino continua a passear a sua classe, no torneio de apuramento aos Jogos Africanos do Congo Brazzaville, prova que decorre em Bulawayo, Zimbabwe, apresenta nesta altura o estatuto de melhor defesa, com uma média de 51 pontos sofridos por cada partida.

Apesar de estar desprovido de seis das suas principais unidades, designadamente, Carlos Morais, Olímpio Cipriano, Joaquim Gomes “Kikas”, Milton Barros, Hermenegildo Santos e Yanick Moreira, o combinado nacional que  tem assegurada a  presença na fase final do Campeonato Africano das Nações de 2015, competição a decorrer de 19 a 30 de Agosto, na Tunísia.
Sob orientação da dupla técnica Emanuel Trovoada e Manuel da Silva “Gi”, ambos adjuntos do espanhol Ramón López Suárez, ou simplesmente, Moncho López, técnico que foi contrato recentemente pela direcção da FAB, o cinco nacional tem mostrado boas exibições no torneio de Bulawayo, prova que encerra a 28 do mês em curso.
Inserido no Grupo I, ao lado das selecções do Zimbabwe, país anfitrião, África do Sul e Ilhas Seyshelles, a Selecção Nacional que este ano vai em busca do seu 12º  anel continental na Tunísia, ainda não encontrou resistência por parte dos seus adversários  rendidos às qualidades do basquetebol angolano.
Os resultados alcançados até à entrada da terceira jornada, atestam perfeitamente a superioridade dos hendecampeões africanos. Para além de ter a melhor defesa, o combinado nacional tem igualmente o melhor ataque do torneio. Na estreia, a Selecção Nacional começou por derrotar o país anfitrião, por expressivos 100-47, para não variar, os pupilos de Emanuel Trovoada voltaram a aplicar a chapa 100 desta frente as Ilhas Seyshelles, a quem venceram por 117-55.
Em duas partidas, o “cinco” nacional marcou 217 pontos, o que representa uma média de 108,5 pontos por encontro e sofreu 102 pontos, o que dá uma média de 51 pontos por  partida. Entretanto, os estreantes Carlos Cabral, Pedro Bastos e Afonso Rodrigues continuam em grande plano no torneio de apuramento aos Jogos Africanos do Congo Brazzaville, competição marcada para o mês de Setembro.
Depois de assegurar o passe de acesso aos Jogos Africanos do Congo Brazzaville, a Selecção Nacional vai virar as baterias para o Campeonato Africano das Nações da Tunísia, prova selectiva aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Brasil, em 2016. O combinado nacional vai em busca da sua sexta presença em Jogos Olímpicos, depois de Barcelona/1992, Espanha, Atlanta/1996, Estados Unidos da América, Sidney/2000, Austrália, Atenas/2004, Grécia, e Pequim/2008, China.

PREPARAÇÃO
Equipa do 1º Agosto prossegue estágio em Cabo Verde

A equipa sénior masculina de basquetebol do 1º de Agosto prossegue de forma animada o estágio de dez dias que efectua a Cabo Verde, onde tem em agenda  jogos-treinos com equipas locais e com a selecção cabo-verdiana. O treinador-adjunto do 1º de Agosto, Wagner Costa, explicou a Inforpress que a escolha de Cabo Verde para realizar o estágio deve-se ao facto de a equipa angolana ter contado, recentemente, nas suas fileiras com os serviços do actual seleccionador de Cabo Verde, Rodrigo Mascarenhas e do capitão Mário Correia.
A formação do Clube militar aproveitou a paragem do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, vulgo BIC Basket, para intensificar os treinos em solo cabo-verdiano, onde para além da selecção local vão jogar com as equipas do Bairro e do ABC, ambas da Cidade da Praia. Os treinos da equipa angolana acontecem no Gimnodesportivo Vavá Duarte, na Cidade da Praia. O 1º de Agosto, actual vice-campeão nacional, já foi campeão de África por oito vezes.

A equipa rubro e negra está fortemente apostada na conquista do título nacional perdido o ano passado em favor do Recreativo do Libolo que terminou na primeira posição da fase regular da 37ª edição do BIC Basket, com 35 pontos. Os militares vão entrar para a fase de grupos com um ponto de bonificação. Entretanto, o BIC Basket organiza este fim de semana mais três partidas que vão marcar o encerramento da fase regular.