Africa Basquetebol

12 setembro 2015

ANGOLA : Paulo Macedo indignado com a disputa da segundona



Técnico destituído do 1º de Agosto assume comando da Marinha de Guerra
Fotografia: M.Machagongo
O novo treinador principal da Marinha de Guerra, Paulo Macedo, mostrou-se indignado com a realização do Campeonato Nacional da II Divisão, prova marcada para a província do Bié (com início a 16 do mês em curso), competição vai apurar as duas equipas para o Campeonato Nacional da I Divisão, vulgo BIC Basket, referentes à época desportiva 2015/2016.

De acordo com o  treinador principal da Marinha de Guerra, formação satélite do Clube Central das Forças Armadas Angolanas, constitui “uma aberração a direcção da Federação calendarizar o Campeonato Nacional da II Divisão”.

“Sinceramente, a realização do Campeonato Nacional da II Divisão não faz qualquer sentido, porque a maior parte das equipas que vão disputar a competição, não tem recursos financeiros para suportar o BIC Basket. Portanto, para mim, é uma aberração a direcção da Federação angolana da modalidade continuar a fazer disputar esta prova”, declarou o ex -seleccionador nacional.

O antigo internacional angolano, defende por isso, a entrada directa das equipas no Campeonato Nacional da I Divisão, vulgo BIC Basket.
“Se o problema é aumentarmos o número de equipas no Campeonato Nacional da I Divisão, a FAB devia permitir entradas directas no BIC Basket.

Se as equipas sistematicamente queixam-se de falta de verbas, não faz sentido fazer disputar uma competição com a duração de uma semana e gastar-se muito dinheiro e depois, antes mesmo do início do Campeonato Nacional da I Divisão aparecerem equipas a anunciar a desistência da prova, por dificuldades financeiras, tal como aconteceu o ano passado”, disse.

Entretanto, apesar de discordar em absoluto com a realização do Campeonato Nacional da II Divisão, Paulo Macedo que substituiu Aníbal Moreira no cargo de técnico principal da Marinha de Guerra, tem o grupo preparado para disputar a aludida competição, onde o objectivo passa pela conquista do passe de acesso ao BIC Basket.
“Infelizmente, contra a nossa vontade teremos mesmo de disputar a segundona na província do Bié a partir do dia 16 do mês em curso. Tudo faremos para conseguir o apuramento ao BIC Basket”, asseverou o antigo treinador da equipa principal do 1º de Agosto.

De acordo ainda com o técnico, a equipa da Marinha de Guerra deixa Luanda com destino ao Cuito, palco do Campeonato Nacional da II Divisão, na próxima segunda-feira.
Na província do Bié, o Comité Organizar da prova tem já criadas todas as condições para o arranca da competição.

O Bié vai estar representada com as equipas do Sporting Petróleos, Sporting da Catabola, Benfica do Cunje, Benfica do Andulo e Recreativo do Cunhinga.  A Marinha de Guerra vai ser o representante de Luanda, ao passo que de Benguela vem a Casa do Pessoal do Porto do Lobito.

7 Comments:

Enviar um comentário

<< Home