Africa Basquetebol

15 agosto 2015

ANGOLA : Angola e Senegal jogam hoje



Finalistas do Torneio Internacional de Santander são conhecidos hoje após a conclusão da primeira jornada
Fotografia: José Cola
A Selecção Nacional de basquetebol sénior masculina defronta hoje, a partir das 18h30, a similar do Senegal, em partida referente à primeira jornada do Torneio Internacional de Santander, prova enquadrada na preparação dos dois combinados, tendo em vista a disputa da fase final da 28ª edição do Campeonato Africano das Nações da Tunísia, a decorrer de 19 a 30 do mês em curso.

Depois de ter desembarcado na final da manhã de ontem, os campeões africanos fizeram o reconhecimento do Pavilhão da região de Santander no final do dia, palco que acolhe hoje e amanhã, o Torneio Internacional que vai contar ainda com as participações da Polónia e do país anfitrião, Espanha.

Moralizado com o triunfo da última quarta-feira, diante do Misto da Florida, a quem venceu por expressivos 90-71, a Selecção Nacional vai tentar esta noite vergar a forte equipa do Senegal, que a par de Angola são apontados como os principais candidatos à conquista da coroa africana.

O seleccionador nacional, Moncho López, vai aproveitar a partida desta noite para observar as possíveis fragilidades do seu opositor, a fim de superá-lo na fase preliminar do Grupo B do Afrobasket, cuja partida inaugural acontece no dia 19 do mês em curso.

O mesmo se pode dizer dos senegaleses que fazem uma travessia no deserto, depois de terem conquistado o último título africano no longínquo ano de 1997, quando acolheram o certame.

Embora contrariado, dado que preferia defrontar o Senegal apenas no africano, o seleccionador nacional assegurou ao Jornal dos Desportos que vai montar uma equipa que seja capaz de suplantar a forte selecção do Senegal, que se faz presente com as suas principais unidades que actuam na Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA), com particular realce para o Gorgui Dieng, do Minnesota Timberwolves, ele que fez parte da de África que participou recentemente no Jogo das Estrelas, prélio disputado em Joanesburgo, África do Sul.

O técnico espanhol contratado pela FAB a fim de reconquistar o título africano e, consequentemente, assegurar a presença de Angola nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Brasil, em 2016, deve em princípio apostar no mesmo cinco inicial que utilizou frente ao Misto da Florida, com Armando Costa, a liderar as acções ofensivas, auxiliado por Carlos Morais, Leonel Paulo, Felizardo Ambrósio “Miller” e Eduardo Mingas.
Moncho López afirmou, por outro lao, que vão utilizar todos os argumentos a fim de vergarem os penta campeões africanos.

 Com sete vitórias em oito jogos de controlo realizados até aqui, na projecção ao Afrobasket da Tunísia, o combinado nacional vai seguramente manter-se na senda dos triunfos, quando restam seis dias da sua estreia na prova, frente a Moçambique.

Entretanto, o Senegal que está fortemente apostado na conquista do Afrobasket vai tentar bater esta noite a similar de Angola, para entrarem na prova africana altamente moralizados.

Apesar do desejo de vencer, os senegaleses estão conscientes de que o desafio desta noite não se afigura fácil, a julgar pelo poderio dos angolanos, que são onze vezes campeões africanos e com várias participações em Campeonatos do Mundo e Jogos Olímpicos.  

 A partida desta noite, entre angolanos e senegaleses é seguramente de difícil prognóstico, a julgar pela qualidades dos dois planteis.  Ainda hoje, para a primeira jornada do Torneio Internacional de Santander, a Espanha defronta a modesta selecção da Polónia.

Os vencedores disputam amanhã o título da final, ao passo que os vencidos disputam as classificativas do terceiro lugar.

10 Comments:

Enviar um comentário

<< Home