Africa Basquetebol

04 junho 2015

ANGOLA : Libolo atráz do prejuízo



Amantes da bola ao cesto vão lotar esta noite o Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva
Fotografia: Jornal dos Desportos
Determinação. É o que se espera da formação do Recreativo Libolo que hoje visita a partir das 18h00, no Pavilhão Principal da Cidadela, o Atlético Petróleos
de Luanda, na segunda partida dos play-offs da final da 37ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos (BIC Basket), a melhor
de sete partidas.
Depois de terem sucumbido na última terça-feira, na primeira partida dos play-offs, por 95-100, os libolenses vão procurar esta noite alcançar a primeira vitória
sobre os petrolíferos da capital na presente época desportiva e, consequentemente, o empate nos play-offs da final da edição 37 do BIC Basket.
Consciente da importância que se reveste o prélio de mais logo, Norberto Alves promete montar logo mais uma equipa que seja capaz de cometer o menor
número de erros possíveis, para tentar alcançar a primeira vitória sobre os petrolíferos da capital que estão com os índices motivacionais em alta.
A falta de bloqueios defensivos e ofensivos, de acordo com o português ao serviço da formação da vila de Calulo, Norberto Alves, ditou a derrota da
sua colectividade no primeiro embate da final.
Ontem, na sessão derradeira, a formação do Recreativo do Libolo, actual campeã nacional, aprimorou os aspectos técnicos e tácticos, com realce para
as transições rápidas defesa ataque.
O internacional angolano, Carlos Morais, MVP (Jogador Mais Valioso) da última edição do Campeonato Africano das Nações de 2013, prova disputada
em Abidjan, capital da Costa do Marfim, pode voltar a merecer hoje a confiança do técnico Norberto Alves para o cinco inicial, depois de ter sido pouco
produtivo na última terça-feira. Em 39 minutos e 54 segundos, o extremo base do Recreativo do Libolo e da Selecção Nacional marcou apenas 12 pontos.
Com ausência por lesão do base Milton Barros, Norberto Alves atribuiu a condução do jogo ofensivos dos campeões nacionais ao jovem Braúlio Morais.
Eduardo Mingas, um dos esteios da formação libolense, assumiu a luta pela vitória no prélio de logo mais, depois de terem revistos os erros que cometeram
na primeira partida. Olímpio Cipriano, Valdelício Joaquim e Eric Coleman são valores de Norberto Alves vai procurar maximizar esta noite para
deles tirar o maior proveito.
Entretanto, moralizados com a sequência de vitórias na presente temporada, os petrolíferos vão procurar alcançar hoje mais um triunfo, a fim de viajarem no Pavilhão do Dream Space, em Viana, mais confiantes, rumo a "consagração". Apesar de possuir alguns valores individuais, com destaque para Emanuel Quezada,
Janson Cain, Roberto Fortes e Leonel Paulo, a equipa do Eixo-viário tem pautado pelo seu jogo colectivo.
Tal como aconteceu na primeira partida, logo, a partida vai ser jogada seguramente pelo signo de equilíbrio, a julgar pela qualidade dos dois planteis que jogam a final.

4 Comments:

Enviar um comentário

<< Home