Africa Basquetebol

20 Março 2014

MOÇAMBIQUE : MUNDIAL DE BASQUETEBOL-TURQUIA 2014: Moçambique inicia preparação a 1 de Maio

A SELECÇÃO Nacional de basquetebol sénior feminino vai meter mãos-à-obra no Dia Internacional do Trabalhador – 1 de Maio – iniciado a sua preparação com vista à sua participação no Mundial da modalidade a ter lugar na Turquia, de 27 de Setembro a 5 de Outubro deste ano.
O anúncio foi feito na manhã de ontem pelo presidente da Federação Moçambicana de Basquetebol (FMB), Franscico Mabjaia, em conferência de imprensa que teve como pano de fundo o lançamento do plano preparatório.
A preparaçao vai obdecer a duas etapas, sendo uma interna, com treinos regulares na capital do país e nas províncias, nomeadamente em Tete e Zambézia, e outra no estrangeiro, onde a equipa nacional fará jogos de controlo e estágios competitivos no Japão, República Checa e Espanha.
De acordo, com Franscico Mabjaia estão a ser feito contactos com outros países no sentido de fortificar ainda mais a preparação.
“Vamos arrancar com a preparaçao logo depois do Nacional a disputar-se em finais de Abril. Vamos iniciar na cidade de Maputo, mas devo dizer que as províncias manifestaram a vontade de ver a equipa nacional. Neste momento posso avançar que Zambézia e Tete já estão confirmadas. Depois segue-se a preparaçao fora do país.  Está programado um Torneio Internacional. Iremos ao Japão, em finais de Julho, para um torneio, onde além da selecção anfitriã e Moçambique, estará a Austrália, um potência do básquete. Depois iremos à República Checa para disputar dois torneios de 18 a 28 de Agosto, onde jogaremos com as selecções do Canadá, Sérvia e a selecçao da casa e finalmente rumaremos para Espanha para um estágio de 2 a 6 de Setembro”, acrescentou.
TORNEIO INTERNACIONAL EM MAPUTO
Ainda no quadro de preparação da selecção feminina de básquete, o presidente da FMB confirmou para altura do Dia da Independência, um Torneio Internacional que contará com a presença de Angola, Portugal e Brasil.
Francisco Mabjaia acrescentou que a segunda fase de preparação do combinado nacional, que culminará com o estágio da Espanha, está prevista o dia 6 de Setembro, sendo que no dia seguinte, está agendado o regresso ao país, onde será observada a terceira e a última etapa de preparação.  
PESQUISA DE ATLETAS NO ESTRANGEIRO
Para fortificar a equipa moçambicana, Mabjaia diz estar em curso um trabalho de pesquisa de jogadoras, filhas de pais moçambicanos, a residirem no estrangeiro que jogam basquetebol.
“As portas estão abertas a novas jogadoras. Ainda ontem (terça-feira) estive sentado com treinador Nazir Salé a pesquisarmos se havia alguma moçambicana a jogar na Argentina. Ontem enviei mensagens para Alemanha onde sabemos que estão muitos moçambicanos a viver, e é possível que haja jogadoras que interessem a selecção. É um processo que está em actividade e até queria aproveitar para convidar a imprensa a colaborar caso identifiquem alguma jogadora. Podemos trazê-la e ver se serve à equipa”, disse.
Nazir Salé, seleccionador nacional concorda com à entrada de novas atletas desde que seja para fortificar a selecção.
“Se forem uma mais valia para a Selecção porque não receberíamos? Se pudermos contar com jogadoras de boa envergadura será muito bom”.
Reagindo ao sorteio, o técnico é de opinião que não havia muito pode onde escolher visto que todas as selecções são demasiados forte.
“O nível de basquete que iremos encontrar no Muindial não permite escolhas. O que posso dizer é que vamos ao Mundial para dignificar o nome de Moçambique”, referiu.
Já Deolinda N’gulela, a capitã, afirmou que o grupo de trabalho está entusiasmado e honrado por disputar pela primeira vez um Mundial.  
“Sinto-me bastante honrada. Não tínhamos muitas opções de escolha. Vamos ter que enfrentar os nossos adversários e dar o nosso melhor, seja contra os Estados Unidos, Turquia, França, Brasil não temos como fugir”, frisou.