Africa Basquetebol

26 maio 2015

MOÇAMBIQUE : ELIMINATORIAS PARA O AFROBASKET SUB-16: Moçambique estreia-se diante do Zimbabwe

AS eliminatórias da Zona VI do Campeonato Africano (Afrobasket) de Sub-16 só começam a ser disputadas hoje, em Gaberone, capital do Botswana.
A competição devia ter iniciado ontem, mas a chegada tardia das delegações da Zâmbia, Angola (femininos) e Zimbabwe condicionou o sorteio.
A Zâmbia e a Angola chegaram quase meia-noite de domingo e Zimbabwe na madrugada de ontem, segunda-feira, o que fez com que a FIBA-África adiasse a primeira jornada para hoje, de modo que estas duas delegações tivessem tempo de descanso e adaptação.
VENCER NA ESTREIA
A Selecção Nacional estreia-se na competição frente à sua congénere do Zimbabwe, um adversário ao alcance da equipa moçambicana, à partida é a principal favorita a ocupar o primeiro lugar, o único que dá acesso ao Afrobasket que terá lugar em Julho, no Mali, até porque o principal rival, Angola, tem apuramento automático, ou seja, está isento desta prova. A partida terá o seu início às 16.00 horas e será a última do dia.                                               
O combinado nacional tem vindo a preparar-se com todas as cautelas esta competição. Depois de duas sessões de treino em Joanesburgo, África do Sul, a rapaziada voltou a treinar-se ontem, desta feita na capital do Botswana, onde chegou na noite de domingo.
O treino de ontem serviu para a equipa adaptar-se ao piso que irá acolher os jogos.
A equipa técnica, constituída por Simão Mataveia (treinador principal) e Osvaldo Cumbe (adjunto), privilegiou as questões tácticas na sessão de ontem, com a defesa a ser o principal foco. Ensaiou também a finalização e o jogo exterior, para além dos lançamentos livres.
Este torneio será disputado no sistema “clássico” de todos contra todos, numa única volta, passando para a fase final a equipa que ficar em primeiro lugar.
Para além de Moçambique e Zimbabwe, que se batem hoje, outros participantes são Botswana, África do Sul e Zâmbia.
Refira-se que simultaneamente à prova masculina, também decorre a feminina, Moçambique está isento após ter conseguido apuramento directo há dois anos, em Maputo, quando se classificou em terceiro lugar no Afrobasket da categoria.
Nesse torneio estão a favorita Angola, Zâmbia, Zimbabwe, Botswana e África do Sul.
A EQUIPA SÓ ESPERA PELO JOGO
Entretanto, o seleccionador-adjunto, Osvaldo Cumbe, disse, em entrevista ao “Notícias”, que a equipa nacional está 100 por cento preparada para enfrentar o Zimbabwe e, mais do que isso, ter uma estreia auspiciosa nesta competição. “Hoje (ontem) fizemos questão de recapitular tudo que vínhamos ensinando durante a preparação para este evento, que durou cerca de dois meses. Privilegiámos a defesa e “pressing” em todo o campo, ou seja, a defesa a partir do meio campo. Treinámos bastante a questão da defesa à zona, pois grande parte dos adversários defende-se desta maneira. Prometemos uma vitória frente a este Zimbabwe, apesar de ser um adversário desconhecido. Estamos preparados para entrar em grande na prova”, disse Cumbe.
SÉRGIO MACUÁCUA, em Gaberone

5 Comments:

Enviar um comentário

<< Home