Africa Basquetebol

25 maio 2015

MOÇAMBIQUE : ELIMINATÓRIAS DO AFRIBASKET SUB-16: Selecção Nacional já está no Botswana




A SELECÇÃO Nacional de Basquetebol de Sub-16 encontra-se desde a tarde de ontem em Gaberone, capital do Botswana, onde a partir de hoje toma parte nas eliminatórias da Zona VI de acesso ao Campeonato Africano da categoria (Afrobasket), que terá lugar em Julho no Mali.
O combinado nacional deixou Maputo na noite da sexta-feira em direcção a Joanesburgo, África do Sul, onde chegou na madrugada de sábado. Na cidade sul-africana a comitiva moçambicana passou todo o sábado, o que foi aproveitado pelo corpo técnico para duas sessões de treino, para medir o pulsar da equipa.
A primeira sessão aconteceu à noite (de sábado) e a segunda na manhã de ontem no Wembley Sports Arena, um majestoso pavilhão multiuso, pertencente à Associação Sul-Africana de Basquetebol.
No primeiro treino o seleccionador nacional, Simão Mataveia, privilegiou o passe, os pormenores defensivos, jogo debaixo da tabela e a finalização (incluindo lances livres). O técnico mostrou-se muito exigente neste último capítulo, num sinal claro de que Moçambique irá jogar abertamente ao ataque nesta competição.
Na segunda e última sessão as questões do passe, defensiva e finalização foram aliadas com os aspectos posicionais, penetrações e lançamentos interiores e exteriores.
Já a viagem para a capital do Botswana começou por volta das 10.00 horas e só terminou quatro horas depois, percorridos cerca de 400 quilómetros de estrada. Em Gaberone Moçambique encontra-se hospedado no Centro de Estágio da Universidade local, recinto que acolhe as restantes selecções que participam desta competição, nomeadamente Botswana, África do Sul, Zâmbia e Zimbabwe.
A delegação moçambicana deparou-se com temperaturas muito baixas em Gaberone, agravando o que já havia vivido em Joanesburgo, onde os termómetros não ultrapassam os 10 graus celsius. No solo tswana a equipa nacional deverá fazer um treino de adaptação esta manhã.
Entretanto, a reunião técnica que culminou com o sorteio só aconteceu na noite de ontem, sendo que a partir de hoje começam os jogos, no sistema clássico de todos-contra-todos numa única volta. Qualifica-se para o Afrobasket do Mali apenas o primeiro classificado, sendo que Moçambique é para já o principal candidato ao apuramento, até porque a colossal Angola
tem garantida a qualificação, portanto, está isenta desta competição.
ESTAMOS PREPARADOS - Osvaldo Cumbe, selecionador-adjunto
Apósduas sessões de treino no solo sul-africano o seleccionador nacional-adjunto, Osvaldo Cumbe, disse ao “Notícias” que a equipa estava preparada para as eliminatórias que hoje arrancam, até porque os seus pupilos mostraram que já assimilaram o que vem sendo ensaiado desde que esta ‘operação’ iniciou, há pouco mais de um mês.
“Depois de dois treinos em Joanesburgo constatámos que a equipa já assimilou o que temos ensinado durante estas semanas todas em que estamos a trabalhar e acreditamos que estamos preparados. Nos treinos privilegiamos as reposições de bola junto à linha do fundo, como na lateral, bem como o “pressing” em todo o campo. Prestamos atenção igualmente na questão dos lançamentos. No treino de ontem ensaiamos os lançamentos durante uma hora. De uma forma geral acreditamos que estamos preparados para esta batalha”, sublinhou o técnico.
ATLETAS CONFIANTES NA QUALIFICAÇÃO
OS jogadores da Selecção Nacional de Basquetebol masculina de Sub-16 estão confiantes num bom desempenho nas eliminatórias da Zona VI de acesso ao Afrobasket da categoria, que se iniciam hoje em Gaberone, capital do Botswana, prolongando-se até 30 deste mês.
Para os atletas, o bom desempenho passa pelo apuramento para o Afrobasket, que terá lugar no Mali em Julho, daí que estejam a trabalhar incansavelmente para o alcance desse objectivo.
 Os atletas são de opinião que os treinos foram bons e proveitosos, embora intensos. A Selecção Nacional está num grupo onde perfilam também as selecções do Botswana, África do Sul, Zimbabwe e Zâmbia, passando apenas o primeiro classificado para a fase final.
OS TREINOS FORAM BONS E INTENSIVOS - Óscar Jr.
“O GRUPO está coeso, a trabalhar muito bem, mas de forma bastante intensa. É claro que há algum desgaste, mas há muita coisa que se aprende que aplicada na competição seria boa. Estamos fisicamente preparados e trabalhamos para passar a eliminatória e chegarmos ao Afrobasket, o que seria o culminar de um sonho para muitos de nós. Cumprir com este objectivo não será fácil, será necessária muita luta”.
SÓ PENSÁMOS NO APURAMENTO - Edson Chavane
“APRENDEMOS muito nestes dias de trabalho. Os treinos foram bons. Estamos neste momento mais preparados física e psicologicamente para lidar com a alta competição. A nossa meta é clara: qualificação para o Afrobasket. Isso teria um significado especial para muitos de nós. Aliás, o sonho de qualquer jogador é chegar à Selecção e a partir dela progredir. Queremos que isso aconteça e eu, particularmente, estou confiante, pois o grupo é unido e está coeso”.
ESTAMOS FIRMES - Mauro de Andrade
“ESTAMOS confiantes num bom desempenho em Gaberone. Sabemos que não será fácil, mas pelo trabalho que temos vindo a fazer penso que temos tudo para estarmos confiantes. Os treinos foram muito bons e proveitosos. Pela frente teremos adversários do mesmo nível, não há nada a temer. A única solução é encará-los de igual para igual. Com concentração e determinação é possível conseguirmos a qualificação”.
 

9 Comments:

Enviar um comentário

<< Home