Africa Basquetebol

14 junho 2007

ZONAL : Pouca afluência de público

O torneio zonal de apuramento à fase final da Taça de África dos Clubes Campeões de basquetebol, em ambos os sexos, a decorrer desde segunda-feira na cidade de Maputo, e que hoje regista a única pausa, tem sido marcado por pouca afluência de público aos pavilhões.

Com excepção da partida feminina que colocou quarta-feira, no pavilhão do Estrela Vermelha, frente a frente as formacoes do ISPU (Moçambique) e do Interclube (Angola), os recintos têm registado poucos adeptos.

A Angop apurou que a pouca divulgação da prova está na base da ausência de público nos pavilhões, aliada ao facto das atenções estarem viradas para o embate do fim-de-semana em Maputo entre as selecções de Moçambique, os "Mambas", e do Senegal para as eliminatórias do CAN2008, no Ghana, em futebol.

Contam-se as dezenas das pessoas que se tem deslocado aos pavilhões, nalgumas vezes mesmo estando em acção uma equipa local. O frio que se faz sentir nesta altura do ano por estas paragens (média de 22 graus centigrados) poderá também estar na origem da pouca assistência, uma vez que todos os jogos se disputam nos periodos da tarde e noite.
Entretanto, nota-se que mesmo a imprensa local, mormente jornais, rádios e televisão, têm dado pouco ênfase ao torneio zonal, pois as atenções, como se fez referência, estão mesmo viradas para o desafio da selecção de futebol.
Outras das razões apontadas por algumas pessoas contactadas pela Angop está no facto de não acreditarem na qualificação dos seus representantes para a fase final, pois, como afirmam, o basquetebol moçambicano "está estagnado".
A organização da prova desconhece as razões desta situação, mesmo porque os preços dos ingressos, como indica, estão acessíveis.
Ao contrário, em termos organizativos não existem reparos de maior, desde a acomodação das delegações, campos de treinamento, credenciamento para os jornalistas e outras condições indispensáveis.

4 Comments:

Enviar um comentário

<< Home