Africa Basquetebol

16 junho 2014

ANGOLA : Operação Maputo começa hoje com duas sessões



Combinado nacional está a sofrer um processo de renovação para 2015
Fotografia: Jornal dos Desportos
Duas sessões de treino marcam hoje no Pavilhão Anexo número dois da Cidadela Desportiva, o arranque dos trabalhos da Selecção Nacional de basquetebol em seniores feminino que projecta a  participação no Torneio Internacional de Maputo, prova a disputar de 20 a 25 do mês em curso, competição enquadrada nos festejos de mais um aniversário da independência daquele país Índico (25 de Junho). O treino da manhã começa às 8h00.

Depois da concentração na última sexta-feira, onde o Seleccionador Nacional apresentou o programa de preparação para o referido torneio, que se enquadra no âmbito da preparação do combinado nacional que este ano vai fazer a sua estreia numa fase final de um Campeonato do Mundo (Turquia de 27 de Setembro a 5 de Outubro), as comandadas de Aníbal Moreira começam hoje a ensaiar as estratégias para uma participação airosa no Torneio Internacional de Maputo.
Sem Nacissela Maurício, Catarina Camufal, Ngiendula Filipe, Madalena Félix e Felizarda Jorge, todas bicampeãs africanas, a Selecção Nacional começa  a sua "epopeia", rumo ao Campeonato do Mundo da Turquia. As atletas acima referenciadas vão igualmente falhar à fase final do Campeonato do Mundo da Turquia, em face do processo de rejuvenescimento que o seleccionador nacional está a implementar no seio da Selecção Nacional, já com os olhos postos na fase final do Campeonato Africano das Nações de 2015 (Afrobasket), com palco nos Camarões.
Entretanto, a primeira sessão de treinos do combinado nacional está marcado para as 8h00, no Pavilhão Anexo número dois da Cidadela Desportiva, com duração de duas horas, ao passo que no período vespertino as bicampeãs africanas regressam ao trabalho no mesmo recinto, a partir das 17h00. Mafalda Barcelos, atleta a militar no basquetebol português deve escalar Luanda nas próximas horas, a fim de integrar o grupo que vai disputar o Torneio Internacional de Maputo, ao lado de Cuba, para além do país anfitrião, Moçambique, actual vice-campeã africana.
A selecção universitária dos Estados Unidos  que inicialmente estava convidada para participar da festa da independência de Moçambique, declinou à última hora o convite, pelo que a organização trabalha para encontrar  uma outra selecção. As doze atletas eleitas para "operação" Maputo constam igualmente da convocatória para o Campeonato do Mundo da Turquia, devendo juntar-se a Clarisse Mbaka (Interclube), Whitney Miguel, a militar em França, para além de Artimes Afonso, que vem de Portugal.
A viagem para Moçambique acontece em princípio esta sexta-feira dia 20, ao passo que o regresso está previsto para o dia 27 do mês em curso.
 Eis atletas convocadas pela dupla técnica Aníbal Moreira e Eliza Pires: Fineza Eusébio, Ana Gonçalves, Helena Zumo, Sónia Guadalupe, Letícia André, Rosa Gala, Luísa Tomás (1º de Agosto), Mereciana Fernandes, Nadir Manuel e Rosemira Daniel (Interclube), Helena Viegas (Universidade Lusíada) e Mafalda Barcelos (Portugal).

Masculino
Selecção aprimora o físico antes da viagem

Aprimoramento da componente física vai marcar esta manhã, a partir das 10h00, no Pavilhão Victorino Cunha, o terceiro dia de preparação da Selecção Nacional de basquetebol sénior masculino, tendo em vista a disputa do Torneio Internacional de Alexandria,  competição a decorrer de 18 a 27 do mês em curso, naquele país do norte de África. De acordo com o seleccionador nacional, Paulo Macedo, a sessão matinal de hoje vai estar totalmente virada para a componente física, apesar do técnico reconhecer alguma melhoria nos convocados para "operação" Alexandria.
"Hoje  vamos trabalhar essencialmente a componente física, porque queremos  apresentar ao mais alto nível no Torneio Internacional de Alexandria, apesar de reconhecermos que não vamos estar com as nossas principais unidades, refiro-me a Carlos Morais, Olímpio Cipriano, Eduardo Mingas assim como Armando Costa", lamentou Paulo Macedo que prometeu criar um grupo coesa. "Fisicamente alguns atletas estão bem, precisamos que os demais estejam também, devido à exigência do próprio torneio".
Sábado último, a Selecção Nacional efectuou um teste frente a equipa de juniores masculino do 1º de Agosto, partida que a dupla técnica Paulo Macedo e Jaime Covilhã aproveitou para tirar algumas ilações. Os aspectos defensivos continuam a preocupar o seleccionador nacional, pelo que, as próximas sessões de treinos vão dedicar os aspectos técnicos e tácticos, isto, antes da viagem para o Egipto, esta quarta-feira, dia 18.
Alexandre Jungo (Futebol Clube Vila Clotilde) e Sílvio Sousa (1º de Agosto), ambos campeões africanos de sub-16, fazem parte do grupo que vai disputar o Torneio Internacional de Alexandria. A Selecção Nacional sénior masculino que prepara a fase final do Campeonato do Mundo em Espanha, prova a decorrer de 30 de Agosto a 14 de Setembro do ano em curso, vai ainda disputar o Torneio Internacional do Brasil,  alguns integrantes da selecção A vão participar na Taça Borislav Stankovic.

Angola figura no Grupo D, com sede em Las Palmas, ao lado das selecções da Lituânia, Coreia do Sul, México, Austrália e Eslovénia. Grupo A (Granada): Espanha, Egipto, Irão, França, Sérvia e Brasil. Grupo B (Sevilha): Argentina, Senegal, Filipinas, Croácia, Porto Rico e Grécia. Grupo C (Bilbau): Estados Unidos, Finlândia, Nova Zelândia, Ucrânia, Republica Dominicana e Turquia.              
M.C

Surpresa
Sílvio  está apto para a competição

Apesar de  surpreendido pela a convocatória, a fim de integrar os trabalhos de preparação da Selecção Nacional de basquetebol sénior masculino, o extremo poste Sílvio Sousa, campeão africano de sub-16,  mostrou-se apto para representar as cores da Bandeira do país, no Torneio Internacional de Alexandria  prova a decorrer de 18 a 27 do mês em curso.Um dos eleitos de Manuel da Silva "Gi", para o Campeonato do Mundo de Sub-17, competição agendada para este ano no Dubai, Sílvio Sousa, dois metros e dois centímetros de altura, 16 anos de idade, 98kg, confirmou a sua alegria ao Jornal dos Desportos por ter materializado cedo demais a sua integração na Selecção Nacional sénior masculino.
O jovem jogador  representa as cores das camadas jovens do 1º de Agosto agradeceu a confiança do Seleccionador Nacional, Paulo Macedo, prometeu tudo fazer para não defraudar o comandante do "cinco" nacional. "Jogar na Selecção Nacional sénior foi sempre o meu desejo, mas  honestamente não esperava que isso fosse acontecer tão cedo.

Por isso, gostava de agradecer o Seleccionador Nacional, Paulo Macedo, por me ter convocado para o torneio do Egipto e prometo trabalhar no duro para não defraudar as expectativas do seleccionador", asseverou Sílvio Sousa que vai ter a companhia do seu colega na selecção de sub-16, Alexandre Jungo.
Apesar de integrar os trabalhos da Selecção sénior, Sílvio Sousa está com o pensamento virada para a fase final do Campeonato do Mundo de sub-17, competição em que Angola vai fazer a sua estreia, mercê da conquista do Campeonato Africano das Nações, vulgo Afrobasket, na categoria de sub-16.
"Penso que o torneio de Alexandria vai me dar mais ritmo competitivo para o Campeonato do Mundo de sub-17, onde pretendemos deixar a nossa marca. Os nossos treinadores têm trabalhado muito connosco e queremos responder de forma positiva no Duabai", asseverou o jovem jogador que tenciona tornar-se numa das referências do basquetebol angolano e mundial.                          
MC

1 Comments:

Enviar um comentário

<< Home