Africa Basquetebol

31 dezembro 2012

MOÇAMBIQUE : OS MAIS DE 2012 - Meninas do basquetebol: espelho dos moçambicanos!

Campeãs africanas
Campeãs africanas


A CONQUISA da Taça dos Campeões Africanos de Basquetebol Sénior Feminino por parte da Liga Muçulmana foi eleita pelo “Notícias” como o acontecimento que mais deu nas vistas no presente ano.
Maputo, Segunda-Feira, 31 de Dezembro de 2012:: Notícias

A competir pela primeira vez na maior prova de clubes de basquetebol a nível de África, a Liga, que abriu as portas a esta modalidade há apenas dois anos, fez com que equipas africanas de alto gabarito, casos das angolanas do InterClube (ex-campeã africana) e Primeiro de Agosto, se rendessem ao seu potencial.
O triunfo das treinadas de Nazir Salé foi acolhido com enorme alegria por parte de todos os moçambicanos, à semelhança do que tinha acontecido quando o Maxaquene (1991), Académica (2001) e Desportivo (2007/2008), cometeram a mesma proeza.
Ninguém ficou indiferente a mais uma conquista da bola-ao-cesto nacional. O Aeroporto Internacional de Maputo encheu-se para receber as campeãs africanas. Gente de diferentes quadrantes do panorama desportivo moçambicano não quis perder mais momento de festa de dimensão nacional.
Num ano em que os desportistas moçambicanos não tiveram muitos triunfos para festejar além-fronteiras, a conquista da Liga foi como um balão de oxigénio, visto que ajudou a limpar essa pálida imagem.
Ao conquistarem África em básquete, as meninas da Liga, mais do que escreverem o nome do seu clube nos anais do desporto africano, encheram de brilho a bandeira moçambicana. Aliás, o facto de terem sido recebidas pelo Presidente da República, Armando Guebuza, reflecte o quão esta conquista honrou o povo moçambicano.
Em 2012, apenas a equipa feminina de basquetebol da Liga Muçulmana conseguiu brilhar ao mais alto nível. A participação dos atletas olímpicos em Londres, dos “Mambas” nas eliminatórias do CAN-2013 e o afastamento precoce das equipas moçambicanas das Afrotaças foram acontecimentos para esquecer.
Assim sendo, a Liga, mesmo sendo estreante nas competições africanas de básquete, mereceu a escolha pelos jornalistas do “Notícias” como a melhor do ano.

59 Comments:

Enviar um comentário

<< Home