Africa Basquetebol

28 outubro 2009

ANGOLA : 1º de Agosto poderá resolver diferendo com Cipriano na Fiba-África

A direcção do 1º de Agosto pondera a hipótese de levar o diferendo com o basquetebolista Olímpio Cipriano na Fiba-África, órgão reitor da modalidade no continente, ou accionar a cláusula de indemnização, tendo em conta o incumprimento, por parte do atleta, do contrato entre ambos.

A informação foi prestada à Angop pelo vice-presidente para o basquetebol da formação “militar”, José Moniz, que se mostrou indignado com a atitude do jogador pelo facto de não treinar pelo clube mesmo estando vinculado até Dezembro deste ano.

De acordo com o dirigente, Olímpio Cipriano, de 27 anos de idade, não respeitou o acordo com os campeões nacionais e, sem explicação, deixou de treinar, perigando os objectivos do clube de reconquistar a Taça dos Clubes Campeões de África a ser disputada em Dezembro.

Explicou que, estrategicamente, o 1º de Agosto faz contratos com alguns jogadores influentes até Dezembro tendo em vista as competições africanas, um dos principais objectivos do emblema, que normalmente são disputadas neste período, como aconteceu com Cipriano.

"Nós temos grandes objectivos e as afrotaças é um deles. Olímpio é um jogador influente na nossa equipa e definimos metas a contar com ele. A sua ausência pode estrangular todo nosso programa. Mas como ainda estamos vinculados e o atleta não está a cumprir estamos a ponderar a possibilidade de accionar a cláusula de indemnização, que consta do contrato. Ou quiçá resolver o assunto na
Fiba-África", frisou, realçando que o processo está entregue ao gabinete jurídico da agremiação.

José Moniz informou ainda que o atleta de 1,92 metros enviou uma carta ao 1º de Agosto a solicitar dispensa antes do término do vínculo, salientando que havia chegado a acordo com outra colectividade, mas até ao momento não foi respondida e encontra-se na posse da área jurídica do clube.

Esclareceu que o basquetebolista, três vezes campeão africano pela selecção nacional, poderia chegar a acordo com os “rubro-negros” para ser dispensado depois da Taça dos Clubes Campeões de África independentemente de jogar ou não nas competições internas, citando os exemplos de Abdel Bouckar (Sport Lisboa e Benfica) e Baduna (Petro de Luanda).

"Nós poderíamos libertar o jogador em Janeiro depois de um acordo, como já havia contecido com Abdel e Baduna, mas antes ele tinha de disputar as afrotaças. Agora, após este tempo todo sem treinar, deixou uma lacuna no plantel e não temos alternativa senão tomar medidas para salvaguardar os nossos interesses", acrescentou, garantindo a contratação do cabo-verdiano Mário Correia.

Detentor do prémio de Jogador Mais Valioso de Angola (MVP), eleito em 2008, Olímpio Cipriano tem um acordo com a formação do Recreativo do Libolo do Kwanza Sul, segundo o director para o basquetebol do clube Jorge Varela.

3 Comments:

Enviar um comentário

<< Home