Africa Basquetebol

30 setembro 2014

ANGOLA : Angola fecha participação diante dos Estados Unidos


Selecção Nacional já averbou duas derrotas no Campeonato do Mundo da Turquia que hoje disputa a terceira jornada
Fotografia: Santos Pedro
 A Selecção Nacional de basquetebol sénior feminina procura despedir-se com dignidade na sua primeira presença na mais alta competição da bola ao cesto, quando jogar  hoje com os Estados Unidos, a partir das 21h30, no pavilhão Idbi Ipekci Arena, em Istambul, em partida pontuável para a terceira jornada do Grupo D do Campeonato Mundo, prova que decorre até ao dia 5 de Outubro na Turquia.Força e determinação foram as palavras que a dupla de técnicos, Aníbal Moreira e Eliza Pires incutiram nas suas pupilas para a difícil missão de terem de jogar com a equipa que ostenta a coroa mundial.

Depois de um descanso geral, as duas equipas voltam a efectuar uma sessão de treinos no período matinal, pelo que as energias estão retemperadas em busca de uma exibição mais conseguida por parte do “cinco nacional”, cuja progressão competitiva ficou patente no jogo de domingo com a congénere da China, em que, apesar da superioridade do adversário, o combinado nacional perdeu 39-65, ao contrário da esmagadora derrota no jogo inaugural com a Sérvia por 102-42.

A vitória dos Estados Unidos  por 94-74 no jogo da segunda jornada do grupo, permite tirar ilações positivas sobre a equipa angolana, uma vez que a réplica das sérvias sobre as norte-americanas estiveram aquém,  a vencer até ao terceiro período, prova que as primeiras se situam entre as equipas mais sonantes na competição. O Jornal dos Desportos procurou obter a opinião de vários especialistas, que foram unânimes em afirmar que “Angola está a projectar uma equipa forte para o futuro”, pelo que o jogo de hoje, além de ter um cariz histórico, também vai servir para passar a imagem de uma selecção aguerrida e que está na maior montra fruto do trabalho gizado pelo órgão reitor da modalidade no país.

De resto, no seio do plantel o moral está em alta, condimento necessário para que o espírito de grupo seja implantado na partida em que sob o comando de Aníbal Moreira e Elisa Pires, as atletas Finesa Eusébio, Elsa Eduarda, Rosa Gala, Helena Viegas, Ana Gonçalves, Artemis Afonso, Sónia Guadalupe, Luisa Tomás, Angelina Golome, Nachissela Maurício, Nadir Manuel e Ngiendula Filipe marcam de forma indelével os respectivos nomes na história do basquetebol.  
 

3 Comments:

Enviar um comentário

<< Home